Mídias Sociais

Destaque

Batalhões do Norte Fluminense e Região dos Lagos estão fora da lista que irão receber reforços de policiais militares

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Anúncio feito pelo Governo do Estado contempla apenas quartéis da Baixada Fluminense e Região Metropolitana do Rio.

Apesar dos recentes e inúmeros anúncios sobre o aumento do efetivo da Polícia Militar (PM) no interior do estado, os batalhões das cidades da Região dos Lagos e do Norte Fluminense ficaram de fora da lista dos quartéis da PM que irão receber reforços de agentes, segundo um anúncio feito nesta semana pelo Governo do Estado.

Compõe as regiões citadas 25º BPM (Cabo Frio), o 32º BPM (Macaé) e o 8º BPM (Campos). Segundo a Secretaria de Polícia Militar, haverá aumento de efetivo de 11 batalhões do estado – o 7º BPM, que atua na região de São Gonçalo, foi a unidade contemplada com o maior reforço de agentes, com 94 policiais.

As cidades da Baixada Fluminense também vão receber novos profissionais: 36 policiais seguem para o 39º BPM (Belford Roxo); e 35 para o 15º BPM (Caxias), 20º BPM (Mesquita) e 21º BPM (São João de Meriti).

Segundo a PM, os critérios para distribuição dos novos soldados foram definidos com base no déficit de efetivo das unidades, além da demanda de acordo com a mancha criminal da Área Integrada de Segurança Pública (AISP). O mesmo critério norteará a distribuição dos novos policiais que serão formados ao longo deste ano pelo CFAP.

- Esse critério de distribuição está coerente com o compromisso assumido pelo secretário de Polícia Militar de ampliar o policiamento preventivo e ostensivo nas áreas com maior demanda – explicou o porta-voz da PM, coronel Mauro Fliess.

Outras cinco unidades foram contempladas com reforço de mais de dez policiais: 9º BPM (Rocha Miranda), 12º BPM (Niterói), 24º BPM (Queimados), 34º BPM (Magé), 35º BPM (Itaboraí) e 41º BPM (Irajá).

 

 

Mais lidas da semana