Mídias Sociais

Destaque

Assassinatos caem 27,5% nos primeiros oito meses do ano em Macaé

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Dados do ISP apontam que registrados 87 assassinatos de janeiro a agosto do ano passado, contra os 63 dos no mesmo período de 2019.

Macaé registrou uma queda de 27,5% nas mortes violentas nos primeiros oito meses deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. É o que mostram os dados do Instituto de Segurança Pública do Estado (ISP), divulgados nesta terça-feira (24).

Ao todo, foram registrados 87 assassinatos de janeiro a agosto do ano passado, contra os 63 dos primeiros oito meses de 2019. De acordo com as estatísticas do ISP, em 2019 os meses que apresentaram aumento de execuções foram fevereiro com 14 mortes e o mês de julho, com 11. Já no ano passado, os meses que tiveram maiores execuções foram janeiro com 14; fevereiro com 18; março com 13 e junho com 11 assassinatos.

Apesar da tendência na queda dos homicídios, os roubos de rua aumentaram, em 17,8% no total de casos, subindo de 196, de janeiro a agosto de 2018, para 231, no mesmo período deste ano.

Já os casos de violência contra a mulher também tiveram queda.  Durante os seis primeiros meses desse ano, 357 mulheres vítimas de violência foram atendidas no Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) pela primeira vez em Macaé.

No ano de 2018, em todo o município, 1.050 casos de violência foram registrados, sendo que desses, 838 eram mulheres. A faixa etária com maior índice de violência são as que têm de 30 a 39 anos, com 216 casos. A violência física teve 470 notificações sofridas, grande parte por cônjuges, com um registro de 234 casos.

 

Mais lidas da semana