Mídias Sociais

Destaque

Outubro Rosa alerta para o diagnóstico precoce do câncer de mama

Avatar

Publicado

em

 

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. Depois do câncer de pele não melanoma, responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Para estimular a detecção precoce da doença e conscientizar a população, começa, neste mês, a campanha Outubro Rosa. Neste ano, a ação terá como tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”.

A mensagem reforça o debate para que a população participe ainda mais das atividades promovidas em todo o país. Além de enfatizar a importância da mulher se autoconhecer e ficar atenta às alterações suspeitas. As ações de conscientização visam disseminar o maior volume possível de informações sobre acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuindo para a redução da mortalidade.

Em Macaé, a secretaria de Educação promove na segunda-feira (17), o “Abraço Rosa”, ocasião em que todos os servidores e funcionários irão participar de uma dinâmica especial sobre o câncer de mama. A programação será marcada pela integração dos profissionais vestidos com peças, acessórios no tom rosa ou o laço referente à campanha.

Na terça-feira (18), às 14h30, a União Macaense de Combate ao Câncer de Mama (Unamama) estará ministrando uma palestra com o tema “Prevenindo para remédio não dar”. Em seguida terá uma apresentação do coral da Associação dos Amigos da Mama (Adama), de Niterói, no Paço Municipal da Prefeitura de Macaé. (O coral é composto por mulheres que já tiveram o câncer de mama e se despiram de seus medos e vergonhas e canalizaram suas energias em causas voltadas ao câncer de mama) e às 20h será ministrada outra palestra, só que dessa vez será na Loja Maçônica Gonçalves Ledo, localizada no Bairro Costa do Sol. Já na quarta-feira (19), a palestra irá acontecer no Hotel Blue Tree, localizado na Praia do Pecado.

Para a presidente da Unamama, Sônia Terezinha, o principal objetivo é desmistificar e quebrar a imagem negativa da doença oferecendo um local de acolhida e cuidado para pessoas com câncer de mama. As palestras visam informar e trazer à tona uma assunto que deve ser debatido, porque em grandes parte dos casos, a doença quando detectada em fases iniciais há mais chances de tratamento e cura”, frisou.

A equipe da Unamama promoveu no mês passado, a “Bicicleta na Orla”, nas praias de Macaé, com panfletagem e abordagens sobre a prevenção.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), são esperados 57.960 casos novos de câncer de mama este ano no Brasil. A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença, (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Outros fatores que aumentam o risco da doença são fatores ambientais e comportamentais. Fatores da história reprodutiva e hormonal e fatores genéticos e hereditários também entram nas estatísticas.

Segundo a dona de casa Iolanda Alves, moradora da Barra de Macaé e uma das defensoras do autoexame, todas as mulheres, independente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é normal ou não em suas mamas. “A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres”, afirmou.

 

Esio Bellido

Foto: Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais lidas da semana