Mídias Sociais

Esporte

Valentim lamenta derrota para o Atlético-MG, mas já vira a chave para duelo com o Ceará

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Botafogo deu um passo atrás na briga por uma vaga na Sul-Americana. O Alvinegro foi até Belo Horizonte visitar o Atlético-MG na noite da última quarta-feira (4) e acabou voltando de lá com uma derrota por 2 a 0 no Mineirão. O resultado foi péssimo para o time, que acabou deixando a zona de classificação, sendo ultrapassado pelo Fluminense.
Com a derrota em Minas, o Botafogo não depende mais de si mesmo para se garantir na Sul-Americana. O Alvinegro agora terá que fazer a sua parte diante do Ceará no Engenhão na última rodada, e ainda torcer por um tropeço do Fluminense, que irá visitar o Corinthians em São Paulo.

Ainda no Mineirão, o técnico Alberto Valentim lamentou a derrota para o Atlético-MG, mas não jogou a toalha na briga pela Sul-Americana.

"Nós fizemos um jogo igual no começo com o Atlético-MG. É difícil jogar aqui. Time rápido. E a gente procurava ser mais ofensivo do que nos últimos jogos. Eu tinha certeza que os jogadores teriam mais confiança. Eles fizeram um a zero, tivemos uma boa chance com Cícero, mas foi um pecado que a bola saiu. Precisamos vencer o Ceará e ver o que acontece com o Fluminense para conseguir a vaga na Sul-Americana", disse Alberto Valentim.

O treinador destacou também na coletiva a importância de se preparar bem para o duelo diante do Ceará. Mesmo em casa, o Botafogo sabe que terá dificuldades, principalmente porque o adversário joga pela sua sobrevivência na Série A.

"Precisamos vencer o Ceará, por nossos motivos pessoais, e isso implica o Cruzeiro também. Mas o nosso objetivo é nos prepararmos muito forte para esse jogo para conseguirmos a vaga para a Sul-Americana", encerrou Valentim.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana