Mídias Sociais

Esporte

Oswaldo de Oliveira terá problemas para armar o Fluminense neste domingo contra o Goias

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Após sair da zona de rebaixamento na última rodada, o Fluminense espera dar sequência a sua recuperação no Campeonato Brasileiro para tentar se distanciar do grupo dos quatro últimos. Neste domingo (22) o Tricolor das Laranjeiras terá pela frente o Goiás. A partida será disputada às 19 horas, no Estádio Serra Dourada.

O confronto é de extrema importância para o Fluminense por se tratar de um adversário direto na luta contra a degola. O Esmeraldino hoje aparece na 15ª posição com 21 pontos, uma acima do Tricolor, que tem 18. Além das dificuldades de jogar na casa do adversário, o técnico Oswaldo de Oliveira terá que driblar uma série de problemas para escalar a equipe.

O Fluminense não poderá contar com vários jogadores, o que aumenta o grau de dificuldade para o treinador que já trabalha com um elenco reduzido. O Tricolor não terá Allan e Caio Henrique, ambos convocados para defender a seleção olímpica. Oswaldo falou sobre o assunto na coletiva de imprensa.

"A essência do nosso futebol é a seleção brasileira. É uma honra para qualquer jogador ter participação em qualquer nível de seleção. Mas como se trata de partidas amistosas, a situação que o Fluminense se encontra no futebol brasileiro precisa ser melhor avaliada. São dois jogadores importantíssimos, insubstituíveis para nós. Aliás, tinha planos de um substituir o outro se fosse o caso. Perderão dois jogos muito importantes para jogar amistosos. Admito a importância da seleção brasileira, a importância dos nossos jogadores irem. Mas nossos jogos contra Cruzeiro fora e Bahia em casa são jogos muito importantes também", destacou o treinador.

Outro problema para Oswaldo é Nino. O jogador está suspenso e será substituído neste domingo por Frazan. Quem também está fora é Wellington Nem, que sentiu dores na coxa esquerda e acabou vetado pelo departamento médico. A boa notícia é que Yony González está garantido entre os titulares, apesar de indefinição de seu futuro no clube.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana