Mídias Sociais

Esporte

Gabriel Oliveira e Max Alves se enfrentam neste sábado pela luta principal do X Force MMA

Avatar

Publicado

em

 

O Centro de Convenções vai parar neste sábado, dia 17 de setembro. Na ocasião, o local vai receber a tão aguardada quarta edição do X Force MMA. O evento traz como luta principal a revanche entre Gabriel de Oliveira e Max Alves, valendo o título dos penas. No combate, estará em jogo o cinturão dos penas da organização.

O X Force MMA 4 realizou a pesagem oficial na noite desta sexta-feira, dia 16. Na ocasião, também foram realizadas as encaradas e o atendimento a imprensa. A luta mais aguardada é sem dúvidas o confronto entre Gabriel de Oliveira e Max Alves. No primeiro encontro entre ambos, o primeiro venceu o combate por decisão unânime dos juízes e com isso acabou tomando o cinturão do adversário. Cinturão este que estará em jogo neste sábado.

“Fiquei muito feliz com a notícia de que iria lutar novamente, em mais uma luta principal. Acima de qualquer coisa, sou um lutador e estou sempre pronto. Amo lutar, é o melhor trabalho do mundo. Estou preparado para passar por cima de mais um e manter o cinturão”, declarou o campeão Gabriel Oliveira.

Agora na condição de desafiante, Max Alves espera provar que é o verdadeiro campeão e, claro, recuperar o cinturão que já lhe pertenceu. “Estou ansioso para lutar com ele de novo e feliz por disputar esse título na minha cidade. Tenho certeza que a minha torcida vai ser maior, como foi da outra vez e eu vou recuperar esse cinturão. Vou jogar para o chão como fiz na outra luta e buscar a finalização”, afirmou Max Alves.

Dono do X Force MMA, Luiz Henrique Xavier também falou sobre o que espera do combate. “Nossa expectativa é superar o evento passado. Esperamos um grande combate, uma luta muito melhor do que foi a primeira. Os lutadores devem buscar o nocaute e a finalização para não deixar a decisão nas mãos dos juízes”, ponderou Henrique.

Além da luta principal, o X Force MMA 4 também trará a disputa de cinturão dos galos (até 61 kg) entre Patrique Tavares e Alberto Pantoja. O combate também se trata de uma revanche, já que na primeira edição do evento, Pantoja levou a melhor sobre o adversário ao vencer por decisão unânime.

Outra luta bastante aguardada, o combate entre Júnior Marques e Paulo Rambinho teve que ser cancelada. Marques sofreu uma lesão semanas antes do confronto e acabou sendo cortado. A luta também valeria o cinturão da organização.

Sérgio Barcellos

Foto: Jana Aguiar

Mais lidas da semana