Mídias Sociais

Esporte

Fluminense sabe tamanho do prejuízo após 2 a 0, mas segue acreditando na virada na Sul-Americana

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Atlético-PR deu um passo importante rumo a final da Copa Sul-Americana com a vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense na noite da última quarta-feira (7). Com o revés na Arena da Baixada, o Tricolor das Laranjeiras agora terá que vencer por três gols de diferença no Rio de Janeiro para avançar à grande final.

O Fluminense sabe o peso que resultado adverso traz ao Rio de Janeiro. Embora ciente das dificuldades de reverter a vantagem do rival, jogadores e comissão técnica mantém esperanças de conseguir a classificação. O técnico Marcelo Oliveira é um dos que acreditam que a disputa ainda está aberta.

“O Atlético jogou muito bem, criou situações diversas. Não conseguimos marca-los de forma eficiente. Poderia ter feito mais gols e encaminhado a classificação. Como perdeu muitas oportunidades aqui, nos deu a chance de virar isso lá. Acho que está em aberto pela qualidade das duas equipes e pelo fator campo. No Maracanã, certamente, podemos ter uma postura diferente”, analisou o técnico Marcelo Oliveira.

O zagueiro Gum também acredita na virada. “Tem volta. Futebol é lindo, impressionante porque acontecem essas viradas. Estamos jogando uma semifinal. Muitos não acreditavam que chegaríamos até aqui e continuam não acreditando. Sabíamos que o Atlético era uma boa equipe. Temos a consciência de que não acabou. Saudamos nossos torcedores pelo apoio que eles nos deram. E agora é continuar acreditando. Vamos nos preparar muito para fazer o jogo de volta”, afirmou o zagueiro.

O confronto de volta será disputado somente no dia 28 de novembro. Na ocasião, as duas equipes voltam a se encontrar às 21h45, no Maracanã.

Foto: Maison Santana


 

Mais lidas do mês