Mídias Sociais

Esporte

Flamengo encara "decisão" contra o São Paulo por título do Campeonato Brasileiro

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Campeonato Brasileiro de 2020 chega ao fim nesta quinta-feira (25). Com a vantagem de depender apenas de si, o Flamengo entra em campo para encarar o São Paulo no Morumbi, às 21h30. O Rubro-Negro precisa apenas de uma vitória para sagrar-se campeão brasileiro pelo segundo ano consecutivo. Em caso de empate, terá que torcer para o Internacional não vencer o Corinthians no Beira-Rio.

Um dos personagens da partida desta quinta-feira será o zagueiro Rodrigo Caio. O zagueiro ficou de fora dos confrontos anteriores contra o São Paulo e chegou a ser dúvida para o confronto de agora. Só que ele mesmo deu fim ao mistério e afirmou que está em plenas condições de jogo. Sua escalação na última rodada depende apenas de Rogério Ceni.

"Tive uma pancada forte no tornozelo, mas graças a Deus estou bem. Ontem (terça) não fui a campo para seguir meu trabalho de recuperação e fortalecimento. Mas hoje já vou treinar junto com o grupo. Estou apto para jogar. Que a gente esteja numa grande noite", disse o zagueiro.

Apesar do retrospecto ruim diante do rival, Rodrigo Caio acredita que agora a história será diferente. Para ele, o Flamengo de hoje é outro time se comparado ao que encarou o São Paulo na Copa do Brasil.

"Para mim foi muito difícil ficar fora. Perdi alguns jogos importantes, foi uma temporada um pouco complicada para mim nessa questão. Mas acredito que a equipe nas três partidas foi bem em parte do jogo. Tivemos chances claras, mas falhamos na finalização. Agora, o momento é totalmente diferente, com muita confiança, tanto individualmente quanto coletivamente. Isso é um fator que nos favorece bastante. Importante agora é estarmos concentrado no que temos que fazer", explicou Rodrigo Caio.

O zagueiro falou também sobre o trabalho de Rogério Ceni e a possibilidade dele permanecer no clube após o Brasileiro.

"O Rogério vem fazendo um grande trabalho e tirando o máximo de cada jogador, o que é o mais importante. Por mais que seja jovem, conhece muito, tem experiência nestes momentos de tirar o máximo. O conheço muito bem. Vem fazendo um grande trabalho e esperamos que fique por muito tempo. Sabemos a dificuldade que é uma troca de treinador. Nessa temporada foi muito difícil para nós, isso afeta muito. Esperamos terminar com chave de ouro a temporada e que a gente escreva uma história bonita", encerrou o defensor.

Foto: Alexandre Vidal

 

Mais lidas da semana