Mídias Sociais

Esporte

Fernando Diniz fala em perseverar após empate no clássico

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O técnico Fernando Diniz está vivendo um misto de sensações no Fluminense. O treinador tem a certeza do bom trabalho que vem realizando a frente do clube, mas a contrapartida os resultados ainda não são os que o clube deseja. O time vem desempenhando um bom futebol, envolvente, com volume de jogo, mas isso ainda não tem sido o suficiente para o time deslanchar na temporada.

Contra o Flamengo, o Fluminense mais uma vez teve boa atuação. Controlou o jogo, teve mais volume, criou boas chances, mas acabou não conseguindo balançar as redes e sair de campo com a vitória. O mesmo já havia acontecido no meio de semana diante do Cruzeiro, onde o time acabou sendo eliminado da Copa do Brasil nos pênalties.

“Foi mais ou menos como aconteceu em Minas na quarta-feira. Um misto de orgulho com o que os jogadores tem produzido, e frustração por não ter conseguido o resultado nem hoje, nem quarta. Cabe a nós perseverar, o time está em um bom caminho. A pontuação do Fluminense, infelizmente, em nada confere com o que fizemos no Campeonato. Fizemos jogos muito bons em que acabamos não vencendo. Mas estamos no caminho certo. Acredito que as vitórias estão próximas”, afirmou o treinador.

Bastante elogiado pela forma do time jogar, Diniz foi questionado na coletiva de imprensa sobre como vem aplicando o estilo mais agudo, procurando o gol a todo momento. “É natural. Vamos trabalhando e corrigindo. Em um primeiro momento ficávamos com uma posse sem muita efetividade, sem ser muito agressivo, o que não era a proposta do time. Mas na condução do método, os problemas vão aparecendo e vamos aos poucos melhorando. O Flamengo nos pressionou nos últimos dois confrontos e sentimos muito. Só que o time está muito mais robusto nesse sentido, está muito mais treinado. E não é só treino tático. Os jogadores precisam experimentar a experiência de se sentir acuado e você tem que dar uma solução. Procuramos melhorar, evoluir na questão tática e na confiança do time”, explicou Diniz.

Foto: Mailson Santana

Mais lidas da semana