Mídias Sociais

Cidades

Estudantes de Macaé promovem vaquinha para ajudar idoso com paralisia cerebral a assistir jogo do Fluminense

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Alunos do curso de Medicina da UFRJ conheceram o torcedor fanático no asilo da Imbetiba e se apaixonaram pela sua história. Saiba como ajudar:

Fazer boas ações resulta numa cadeia de trocas que abraça e promove o espírito coletivo. Pensando nisso, um grupo de estudantes de Medicina da UFRJ de Macaé, lançaram uma vaquinha para ajudar um idoso com paralisia cerebral a realizar o seu sonho de assistir a um jogo do Fluminense, seu time de coração.

Paulo Zacarias, o seu Paulo, tem 74 anos, todos eles passados institucionalizado (primeiro em um hospital e depois no asilo). Ele é um dos moradores mais antigos da Casa do Idoso, localizado no bairro Imbetiba. Seu Paulo nasceu com a deficiência e sempre esteve atrelado a uma cadeira de rodas, o que não o impediu de sempre estar com um sorriso estampado no rosto.

Muito conhecido em toda a cidade, seu Paulo, que também chamado de Paulinho, ganhou o carinho e o respeito das pessoas que visitam o asilo. Foi assim que surgiu a campanha. Ao realizar trabalho no local, a estudante de Medicina Fernanda Ballaris, conheceu Seu Paulo e resolveu fazer um post em sua rede social para tentar realizar o sonho do tricolor.

“Vestido com camisa do time, coberto com toalha dele e envolto na bandeira tricolor, seu Paulo ouve todo santo jogo no radinho que carrega na cadeira de rodas. Sabe tudo sobre a escalação, quando é o próximo jogo e da história do time. O seu Paulo ama muito, muito mesmo o Fluminense. Mas, tendo passado a vida institucionalizado, ele nunca teve a oportunidade de ver um jogo sequer no estádio”, explica Fernanda Ballaris.

Bruna Bastos, outra estudante de Medicina e botafoguense fanática, decidiu promover uma campanha, no site Vakinha, com a meta a arrecadação de R$ 1.200 mil. O valor inclui: 384 reais para aluguel do carro (2 diárias) + 350 (gasolina e pedágio) + 274 (hospedagem para três pessoas, uma diária) + 200 (alimentação para três pessoas, dois dias).  Aos poucos, todos os estudantes do curso de Medicina se envolveram na ação para ajudar Seu Paulo a ver os jogadores do Fluminense de perto.

O time do Fluminense já disponibilizou ingressos para o torcedor assistir a partida do dia 20 de maio, contra o Atlético Paranaense pelo Campeonato Brasileiro, no Maracanã.  Se tudo der certo, seu Paulo irá conhecer a sede do seu time de coração e de lá irá para o Maraca, onde ficará junto com as crianças que entrarão junto com os jogadores em campo. Em seguida, ele recepcionará os craques do seu time e receberá um kit oficial do clube.

Para que isso aconteça falta viabilizar a ida de Paulinho ao Rio. Dos 1,2 mil necessários, os estudantes já conseguiram R$ 500 e agora lutam contra o tempo para conseguirem alcançarem a meta.

“Ele precisa de serviços adaptados e companhia (especialmente do cuidador) e, por isso, fica muito caro bancarmos sozinhos esses custos (somos apenas universitários!). Mas a gente não desiste nunca e, por isso, pedimos ajuda para que consigamos alugar um carro, reservar um hotel e garantir a alimentação do seu Paulo, do cuidador dele e do motorista que os levará. O valor "meta" dessa vaquinha é aproximado, estamos tentando ao máximo reduzir custos. Por isso, se você não puder ajudar financeiramente, mas pode ajudar com um almoço, um carro adaptado ou mesmo um quarto de hotel (também adaptado), a gente aceita do mesmo jeito. Queremos tornar a experiência dele a mais feliz possível e, pra isso, precisamos de ajuda”, descrevem.

Todo o dinheiro que não for usado para esses fins (alimentação, hospedagem e transporte) será revertido em produtos do Fluminense ou mesmo algum passeio pelo RJ para o Paulinho. Há ainda a possibilidade de reverter esse dinheiro em mantimentos para a Casa do Idoso em Macaé, onde o seu Paulo mora. Qualquer contribuição é válida.

Como ajudar:

Para contribuir com a vaquinha, basta entrar no site e contribuir com qualquer valor: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/seu-paulo-no-maraca

 

Mais lidas da semana