Mídias Sociais

Esporte

Com belo gol de Firmino e jogadaça de Mané, Brasil e Senegal empatam em 1 a 1 em Singapura

Avatar

Publicado

em

 

Em amistoso disputado em Singapura, na manhã desta quinta-feira, 10, horário de Brasília, a Seleção Brasileira empatou com Senegal em 1 a 1 em jogo que colocou frente-a-frente os atacantes do Liverpool, Firmino e Mané.

No placar, o brasileiro levou a melhor e deixou o seu aos 8 minutos do primeiro tempo, numa cavadinha, depois de belo passe de Gabriel Jesus, do Manchester City. Mas apesar de não fazer o dele, o senegalês não deixou barato e depois de caneta em Marquinhos e de deixar o zagueiro e Daniel Alves para trás, acabou sofrendo o pênalti que Diédhiou bateu e empatou no fim do primeiro tempo.

O amistoso em si começou bem para o Brasil, com pressão na saída de bola no início do jogo, mas logo foi perdendo o ritmo. Abrindo o placar cedo, a Seleção só viu o adversário chutar em gol aos 18 minutos da primeira etapa, com o volante Gana Gueye, do Paris Saint-Germain, batendo por cima do gol.

Com o passar o tempo, a partida foi perdendo a intensidade e se tornando morno, com os senegaleses começando a encontrar mais espaço e assustando o goleiro brasileiro Ederson, no badalado Manchester City, que foi obrigado a fazer boa defesa em arremate de Mané, que ele defendeu com o peito.

Na segunda etapa, o roteiro se repetiu, com o Brasil imprimindo bom ritmo no início do segundo tempo, marcando no campo de ataque e tentando troca de passes rápidos, com boas chances de Gabriel Jesus, Philippe Coutinho, agora no Bayern de Munique, e Neymar, que ficou em Paris, e completava seu 100º jogo pela Seleção no confronto com Senegal.

Criticado por ter convocado jogadores que atuam no Brasil, desfalcando Flamengo, Grêmio e Palmeiras, o técnico Tite até colocou os gremistas, Everton Cebolinha e Matheus Henrique, o atacante Richarlison, do Everton, e o lateral esquerdo, Renan Lodi, do Atlético de Madri, mas sem grande impacto na partida.

No fim do amistoso, o time de Senegal chegou a pressionar o Brasil, sufocando a Seleção com muita posse de bola no campo de ataque, mas sem muita produtividade. De falta, Neymar teve a última chance de mudar o placar, mas bateu fraco e o goleiro Gomis, do Spal da Itália, segurou com tranquilidade. E foi só.

A Seleção Brasileira volta a jogar agora na manhã deste domingo, 12, às 9h, horário de Brasília, também em Singapura, contra a Nigéria, quando a torcida rubro-negra espera ver em campo, pelo menos, seu goleador, Gabriel Barbosa, no mínimo para justificar o desfalque provocado pela convocação do artilheiro do Campeonato Brasileiro.

Mais lidas da semana