Mídias Sociais

Esporte

Abel Braga surpreende direção e pede para deixar o comando técnico do Flamengo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Incomodado com o processo de fritura que vinha sofrendo e com o isolamento da diretoria, o técnico Abel Braga pediu nesta quarta-feira (29) para sair do Flamengo. Mesmo com a vitória de virada sobre o Athlético-PR, a torcida pediu a demissão do treinador no último final de semana. As fortes cobranças e o fato de ter seu trabalho questionado até mesmo pela diretoria, fizeram o profissional pedir o seu desligamento do clube.

Alguns ruídos entre o treinador e a diretoria contribuiram para a decisão. Os dirigentes estavam irritados com algumas atitudades de Abel, como por exemplo a declaração dada por ele afirmando achar normal perder para o Internacional no Beira-Rio. O fato do treinador querer utilizar os reservas neste final de semana contra o Fortaleza também não agradou a direção. Na coletiva de imprensa após o duelo contra o Athlético, Abel disse que era óbvio que mudaria o time para a próxima partida, algo que não foi bem visto pelos dirigentes.

Os episódios recentes criaram um distanciamento entre o treinador e a direção do clube. Diante deste cenário, Abel resolveu se reunir com a diretoria e comunicar seu desligamento. Além do treinador, também deixam o clube os auxiliares Leomir e Fabio Moreno. Marcelo Sales é um dos cotados para assumir o Flamengo de forma interina. Maurício Souza, do Sub-20, também está entre os cotados.

Embora não esperasse isso agora, os dirigentes do Flamengo já trabalhavam com a hipótese de demissão. O assunto vinha sendo discutido internamente. A diretoria imaginava o desligamento durante a disputa da Copa América, para que assim o novo treinador tivesse tempo para conhecer o elenco e começar a trabalhar suas ideias junto aos jogadores.

Com a saída de Abel, a diretoria observa o mercado em busca de um substituto. O principal desejo dos dirigentes é o português Jorge Jesus. Durante a passagem de Marcos Braz e Bruno Spindel pela Europa, o Flamengo já havia feito contatos com o treinador. Jesus foi campeão português três vezes, tendo ainda conquistado cinco vezes a Taça da Liga e uma da Taça de Portugal pelo Benfica. Ele foi eleito o melhor treinador português por três anos seguidos e conquistou títulos também pelo Sporting. Seu último trabalho foi o Al Hilal, da Arábia Saudita.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana