Mídias Sociais

Destaque

Estação Meteorológica é instalada no Colégio Castelo, em Macaé

Publicado

em

 

Em parceria com a Universidade Estadual do Norte Fluminense, o Instituto Nossa Senhora da Glória – INSG/Castelo inaugurou, nesta quarta-feira (22), uma estação meteorológica, onde será possível coletar dados sobre o clima na cidade de Macaé. Os instrumentos foram instalados em uma área restrita da escola, onde são registrados temperatura do ar, velocidade e direção do vento, umidade relativa do ar, além da pressão atmosférica.

A iniciativa surgiu através da professora de geografia do Colégio Castelo, Lúcia Cristina Almeida Araújo, que é especialista em Ciências Atmosféricas. A estação emite dados que ficarão disponibilizados em um computador instalado na escola, podendo ser acessados também através de um aplicativo para smartphones. O objetivo é coletar dados de pesquisa e ainda utilizá-los nas práticas pedagógicas dos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental II, de maneira interdisciplinar.

“A proposta é despertar nos nossos alunos o conhecimento, a observação, a pesquisa, a análise de dados, preparando os adolescentes para a ciência. Eles chegam ao Fundamental II sedentos por conhecimento. Nosso objetivo, inclusive, é manter esse desejo nas demais séries. Além da disciplina de Geografia, também estarão envolvidas as disciplinas de Redação, Matemática e Inglês”, conta.

O Projeto de Extensão que prevê a instalação de estações meteorológicas nas escolas, em parceria com a UENF, busca aproximar as universidades da sociedade no âmbito acadêmico. “Nós esperamos que os professores do Castelo tragam conhecimentos para os alunos e também aprimorem os conhecimentos na área de Geografia, ensinando um pouco mais sobre os conceitos físicos relacionados com o tempo e com o clima”, pontua um dos pesquisadores do projeto, professor Alfredo Silveira da Silva.

“Acho que foi muito importante a gente entender tudo que aprendemos sobre a matéria com a professora. Como funciona a atmosfera, o clima e a temperatura. Ver na prática é sempre melhor”, finaliza a aluna do 6º ano, Helena Cézar Moulin.

Foto: Paolla Itagiba

Mais lidas da semana