Mídias Sociais

Destaque

Rio será a “Houston” brasileira garante presidente da Petrobras

Avatar

Publicado

em

 

Em seu discurso novo presidente da BR defende o foco em exploração em águas ultra profunda e venda dos ativos

 

 

 

 

O novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco em seu discurso de posse destacou que a visão estratégica da companhia está baseada em cinco pontos: gestão de portfólio, diminuição de custo de capital, busca incessante por redução de custo, meritocracia, e segurança do trabalho e proteção ao meio ambiente. Em sua gestão, o estado do Rio de Janeiro e consequentemente a Bacia de Campos terão prioridade. “O estado do Rio de Janeiro e o Rio se beneficiarão muito. O Rio poderá ser uma nova Houston. A Petrobras deverá ser uma empresa de excelência, comparável às melhores companhias globais de petróleo. Vamos ousar, sempre respeitando a lei, as pessoas e o meio ambiente” assegurou.

Castello Branco destacou que parcerias continuarão a ser muito bem-vindas e que dará prosseguimento e prioridade ao programa de venda de ativos, sobretudo no que diz respeito aos projetos onshore, de águas rasas, midstream e downstream. Castello Branco ressaltou a importância de explorar com eficiência o enorme estoque de riqueza natural de nosso país. “A competência principal da companhia é na exploração e produção de petróleo em grandes campos em águas ultra profundas. O foco deve ser nos ativos em que a Petrobras é a dona natural, aqueles em que é capaz de extrair o máximo de retorno possível”, disse.

Em sua fala, o presidente também citou a necessidade de continuidade das parcerias. “Vamos acelerar a produção de petróleo para que nossas reservas tenham o melhor aproveitamento possível e parcerias serão bem-vindas. Podemos e temos muito a aprender com os outros”, disse. Para melhoria de resultados, o novo presidente também citou que mudanças na área tecnológica são importantes. “É fundamental para a Petrobras a transformação digital para reduzir custos e expandir a produtividade”.

De acordo com o novo presidente, o respeito à segurança das pessoas e do meio ambiente tem grande relevância. “A preservação da vida humana possui valor extraordinário. É inaceitável que alguém saia para trabalhar e não retorne nunca mais. Zero fatalidade é a meta prioritária a ser perseguida com obstinação”, afirmou.

Participaram da solenidade o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; da Economia, Paulo Guedes; o governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel; o diretor-geral da ANP, Décio Oddone; o presidente em exercício do Conselho de Administração da Petrobras, Jerônimo Antunes; e a diretora de Exploração & Produção, Solange Guedes.

 

Tânia Garabini

 

Legenda: Castello quer Petrobras com zero fatalidade e transformar Rio em “Houston”. (AP)


 

Mais lidas do mês