Mídias Sociais

Covid-19

Witzel decide que ainda não há prazo para fim do isolamento no Rio

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Depois de uma reunião por videoconferência, nesta quinta-feira (23), com os secretários de Saúde, Edmar Santos, e de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão, o governador Wilson Witzel decidiu manter o isolamento social no estado.

Novas reuniões serão realizadas nos próximos dias para discutir o plano de reabertura progressiva da economia, e ainda não há um prazo definido para o relaxamento das medidas tomadas.

No dia 13 de abril, o governador prorrogou as medidas de combate à Covid-19 no RJ até 30 de abril.

“No estado do Rio de Janeiro, a curva de mortalidade e de contaminação ainda é alta, apesar de estar sob controle. Exatamente por estar sob controle que nós estamos muito preocupados com qualquer reabertura de atividade econômica”, declarou Witzel.

O estado do Rio chegou nesta quinta-feira a 530 mortes e 6.172 casos de coronavírus. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, outras 206 mortes são investigadas.

O governador acrescentou que reconhece as dificuldades e problemas que a população está passando, mas disse que precisa que os hospitais de campanha sejam inaugurados para pensar na reabertura das atividades no estado.

“Enquanto não inaugurarmos os hospitais de campanha, que estão em fase final de conclusão, não poderemos fazer a reabertura. Hoje, 70% da ocupação dos leitos de UTI é o máximo que podemos permitir para reabertura, e, infelizmente, não estamos nesse patamar”, concluiu.

Mais lidas da semana