Mídias Sociais

Destaque

UTC Engenharia anuncia a demissão de 4 mil funcionários em Macaé

Avatar

Publicado

em

 

O desligamento ocorre após a decisão da Petrobras de bloquear parte dos pagamentos (cerca de R$ de 43 milhões) destinados à empreiteira, uma das companhias enroladas na Lava-Jato

 

Bertha Muniz

 

Uma das principais empresas brasileiras de Sistema de Gestão Integrada na área de serviços em engenharia industrial, a UTC Engenharia anunciou nesta segunda-feira (10) o fechamento de 4 mil postos de trabalhos na base de Macaé, localizada no bairro Parque Aeroporto.

O desligamento desses funcionários ocorre após a decisão da Petrobras de bloquear parte dos pagamentos (cerca de R$ de 43 milhões), destinados à empreiteira, uma das companhias enroladas na Lava-Jato. Até o momento dois mil trabalhadores foram demitidos.  Mais 2 mil pessoas podem sair até o final da semana, caso a Petrobras mantenha a decisão. A estatal ainda não se pronunciou sobre o caso.

A intenção da empresa é manter apenas 30 funcionários na base para o que pode se chamar de “apagar das luzes”, previsto para setembro. Os funcionários começaram a serem avisados sobre suas demissões na última sexta-feira (7) através de telegrama ou telefonemas.

A maioria deles afirma estar há 40 dias sem receberem salários. No documento enviado aos trabalhadores, a empresa afirma que “em decorrência de motivos técnicos, econômicos e financeiros, comunica a rescisão do contrato de trabalho a partir desta segunda (10), com aviso prévio indenizado”. A carta termina informando que “os funcionários receberão nos próximos dias, instruções referentes ao processo de rescisão”.

Nesta manhã, trabalhadores empresa se reuniram em frente à base em busca de uma resposta e encontraram os portões fechados. O grupo de funcionários desligados pleiteia o pagamento dos salários atrasados e uma posição sobre a remuneração de seus direitos, como 13º salário, multa e férias.

Mais lidas da semana