Mídias Sociais

Destaque

Justiça do Rio manda soltar músico macaense preso após ser confundido com filho de traficante

Publicado

em

 

A Justiça do Rio mandou soltar o músico Vinícius Matheus Barreto Teixeira, de 21 anos, preso injustamente pela Polícia Civil e que está há dez dias na Cadeia Pública de Benfica na Zona Norte do Rio. A informação é do advogado Daniel Carvalho, que representa a família do assistente de logística, morador da cidade de Macaé.

O documento foi assinado no fim da manhã desta quarta-feira (13) e o rapaz pode sair em liberdade a qualquer momento. “A Justiça concedeu a liberdade dele e a qualquer momento ele pode ser solto. Está dependendo apenas da agilidade do sistema e a qualquer momento o oficial de justiça pode comparecer no presídio com o Habeas Corpus”, explicou o jurista.

Vinícius foi preso no início deste mês por policiais da 16ª DP (Barra da Tijuca). Ele foi apontado como filho do traficante Messias Gomes Teixeira, conhecido pelo apelido de Feio, de 42 anos. Segundo inquérito da 76ª DP (Centro-Niterói), Feio é responsável pelo tráfico de drogas em uma comunidade de Niterói e seu filho era quem recolhia o dinheiro do tráfico.

A família afirma que o músico é inocente e a única aproximação entre ele e o traficante é o nome do pai. O pai de Vinícius também se chama Messias Gomes Teixeira, mas tem 46 anos, e trabalha para uma empresa de transporte em Macaé. Eles aguardam desde a semana passada pela decisão da justiça.

Nesta terça-feira (12) a juíza Juliana Ferraz Krykthtine, da 4ª Vara Criminal de Niterói, afirmou que não houve erro do sistema Judiciário na prisão do músico Vinícius.

A Polícia Civil abriu procedimento disciplinar para apurar devidamente o caso.

Mais lidas da semana