Mídias Sociais

Covid-19

Idosos e deficientes internados, além de profissionais da Saúde serão primeiros a serem imunizados contra a Covid-19 em Macaé

Publicado

em

 

Idosos residentes e deficientes internados em institutos de longa permanência, além de servidores da saúde que trabalham diretamente no combate à Covid-19 serão os primeiros grupos a serem vacinados em Macaé, com as doses da primeira remessa da CoronaVac.

De acordo com o cronograma divulgado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, em Macaé, 120 doses serão ofertadas aos idosos, nove para deficientes, e outras 2.845 para trabalhadores da Saúde. O município receberá um total de 6.240 doses da vacina. No entanto, o município ainda não informou se as 2.973 doses restantes serão utilizadas na segunda fase da vacinação, que ocorre no intervalo de duas a três semanas após a primeira aplicação.

De acordo com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, neste primeiro momento, só será enviada aos municípios a metade do total das unidades, quantidade suficiente para a aplicação da primeira dose da vacina. A prefeitura de Macaé ainda não informou o cronograma de imunização no município.

Planejamento

Neste domingo (17), a Secretaria de Sáude do Estado (SES) realizou o segundo dia de distribuição de seringas para os municípios fluminenses. Foram enviadas 3.346.800 seringas com agulha para 30 cidades. Nesta segunda (18), foram distribuídas 115.500 seringas descartáveis de 3ml com agulha para outros 19 municípios. Ao todo, nesta primeira fase, a SES enviará 5,5 milhões de kits para todo o Estado.

Uma mega-operação, com apoio da Polícia Militar, foi montada para realizar a distribuição do material para todas as regiões fluminenses. As equipes técnicas da Secretaria de Estado de Saúde e dos municípios estão capacitadas para o monitoramento e terão o apoio do grupo técnico já constituído pela subsecretaria de Vigilância em Saúde.

Mais lidas da semana