Mídias Sociais

Destaque

Em quatro meses, casos de chikungunya em Macaé registram 300% de aumento comparado ao total do ano passado

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Até 26 de abril deste ano município registrou 680 casos de chikungunya, contra 208 computados de janeiro a dezembro de 2018.

Os números de casos de chikungunya no primeiro quadrimestre deste ano em Macaé cresceram 326,9% em relação ao índice de todo ano passado. Dados do governo municipal mostram que até 26 de abril de 2019, foram computados 680 casos da doença, contra os 208 registrados de janeiro a dezembro de 2018.

Até o dia 16 de abril deste ano, 385 casos da doença haviam sido registrados em Macaé. Nesta segunda-feira (29), o município divulgou um novo boletim incluindo outros 300 casos, que foram registrados em apenas 13 dias.

Segundo a Gerência de Vigilância em Saúde, em relação à dengue, foram 37 casos confirmados neste ano e três de zika vírus. No ano passado, foram 34 ocorrências de dengue e 14 de zika.

Os bairros com maior número de ocorrência são Lagomar, Parque Aeroporto, Aroeira, Nova Esperança, Centro, Campo D’Oeste, Miramar e Visconde de Araújo. O vírus é transmitido principalmente pela picada dos mosquitos  Aedes aegypti ou Aedes albopictus.  Também existe transmissão de mãe para filho no momento do parto e por transfusão sanguínea.

Ações e prevenção

A Secretaria Municipal de Saúde alerta, ainda, para o fato de que boa parte dos criadouros estão nos ambientes domiciliares, ampliando a importância da população na eliminação do mosquito.

Nesta segunda-feira (29), as equipes deram início a mais uma semana intensa de atividades. Logo pela manhã, às 6h, o carro fumacê passou pelo Morro de Santana e às 18h estará nas Malvinas. Visitas domiciliares com orientação, aplicação de larvicida e controle mecânico também acontecem em diferentes bairros ao longo das semana.

Pontos Estratégicos como estabelecimentos comerciais também serão vistoriados em: Virgem Santa, Novo Cavaleiros, Barra de Macaé, Barreto e Botafogo, até a sexta-feira (3). No Parque Aeroporto, o trabalho prossegue com limpeza do Canal Campos-Macaé.

A educação também tem sido uma aliada. Nesta segunda, equipes estiveram na empresa Mota Engil, em Imboassica, compartilhando com os funcionários orientações dos cuidados necessários para evitar a proliferação do Aedes.

A população também pode contribuir com o Centro de Controle de Zoonoses. Solicitações e denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp pelo número: 99864-4073 e ainda pelo telefone com ligação gratuita 0800-022 6461.

Confira o cronograma dessa semana do carro fumacê em Macaé:

29/04 às 6h - Morro de Santana
29/04 às 18h- Malvinas

30/04 às 6h - Virgem Santa
30/04 às 18h - Novo Eldorado

02/05 às 6h - Barreto
02/05 ás 18h - Aroeira

03/05 às 6h - Botafogo e Novo Botafogo
03/05 às 18h - Campo D'Oeste

 

 

 

 

 


 

Mais lidas do mês