Mídias Sociais

Cidadania

Centro Pop de Macaé altera horário de funcionamento e insere alimentação balanceada

Publicado

em

 

O Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua - Centro POP de Macaé, uma unidade pública voltada para o atendimento especializado a quem não possui um teto para morar, alterou nesta segunda-feira (22), o horário de funcionamento e inseriu alimentação balanceada no cardápio.

Gerenciado pela secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade (SDSDHA), o Centro Pop estará funcionando oito horas por dia, em atendimento à pessoa em situação de rua, das 8h às 12h30 e de 13h30 às 17h. Durante este período, o usuário do serviço social será atendido com o café da manhã (8h às 8h30); banho e utilização da lavanderia (8h30 às 10h30 e de 14h30 às 15h30) e lanche (14h às 14h30). A entrega das quentinhas é feita às 12h.

De acordo com o secretário Fabrício Afonso, o Centro Pop, como um espaço de referência para o convívio social e o desenvolvimento de relações de solidariedade, afetividade e respeito à população em situação de rua, está cumprindo o seu papel com relação ao oferecimento dos serviços da assistência social e de política pública.

"Estamos tentando aqui promover a dignidade e o aumento da autoestima para essas pessoas tão sofridas. Então, ampliamos o horário de atendimento para facilitar suas vidas e vimos agora, oferecer um almoço de qualidade e mais nutritivo. Estamos modificando o cardápio para inserir o alimento balanceado, composto de proteínas, sais minerais e vitaminas. Isso é o mínimo que devemos oferecer a muitos que perderam completamente o vínculo familiar", ressaltou o secretário.

O coordenador do Centro Pop, Jorge Ramos, informou que diariamente são servidas 50 refeições (quentinhas). “Eles recebem a senha com seu nome no ato do desjejum, às 8hs. Quando retornam, às 12h recebem a quentinha de acordo com o cardápio diário, geralmente composta de frango, carré, carne bovina, fígado, tendo como complementos, arroz, feijão, macarrão, farofa e mais os legumes como batata, abobrinha, beterraba, repolho refogado e outros, além do suco de fruta e um doce”, explicou.

Ramos completou que o Centro Pop continua a executar uma política cidadã, quando faz o encaminhamento daqueles que precisam aos serviços médicos e de emissão de RG, certidão de nascimento e carteira de trabalho, entre outros. Há também as abordagens na região central da cidade e demais bairros para verificar e acolher a quem precisa.

“Todos passam pela triagem da assistência social. De janeiro a outubro nós realizamos 358 cadastramentos técnicos socioassistenciais e um total de 784 atendimentos psicossociais compreendendo a escuta qualificada, orientações e encaminhamentos para diversas políticas públicas de saúde, educação, trabalho e renda”, revelou.

Mais lidas da semana