Mídias Sociais

Destaque

Após nascer em casa, bebê prematuro é transferido em helicóptero de Pádua para Macaé

Bertha Muniz

Publicado

em

 

A transferência entre os dois municípios via terrestre seria de alto risco e, por isso, foi usado um helicóptero do Grupamento de Operações Aéreas.  

Um bebê prematuro que nasceu em casa, no município de Santo Antônio de Pádua, mobilizou equipe médica de enfermeiros, técnicos e funcionários da secretaria de Saúde, além dos agentes militares do Corpo de Bombeiros na luta pela vida, na madrugada desta segunda-feira (1º).

Um helicóptero do Corpo de Bombeiros foi usado na transferência, já que a criança nasceu com apenas 32 semanas de gestação – 8 meses -, necessitava de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal .

Na região, a única vaga foi disponibilizada no Hospital Público Municipal (HPM), na Virgem Santa, em Macaé. A transferência entre os dois municípios via terrestre seria de alto risco e, por isso, foi usado um helicóptero do Grupamento de Operações Aéreas (GOA) do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o hospital, a mãe passou mal em casa por volta das 5 h da manhã. Na sequência, a gestante entrou em trabalho de parto e, mesmo diante da gestação de apenas 32 semanas, teve a criança por parto normal.

Após o nascimento do bebê, ela foi levada a um hospital, onde a secretaria de conseguiu a disponibilidade da aeronave, já que a criança precisava de cuidados de alta complexidade para chegar a Macaé. O bebê foi colocado em uma ambulância e levado até o pátio de uma escola pública de Pádua, onde a aeronave pousou. O bebê está recebendo todo o atendimento médico e inspira cuidados. A mãe passa bem.

Mais lidas da semana