Mídias Sociais

Cultura

Solar dos Mellos, em Macaé, realiza nesta quarta-feira (28) homenagem a poetas para festejar a cultura negra

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Poetas estarão reunidos durante o projeto “Café Literário”, das 19h às 21h. Eles fazem parte do grupo de poetas do “Língua do P”.

Daniela Bairros

 

O Dia da Consciência Negra foi celebrado no último dia 20, mas o Solar dos Mellos, em Macaé, realizada nesta quarta-feira (28), um encontro com poetas para festejar a cultura negra. Eles estarão reunidos no projeto “Café Literário”, das 19h às 21h. Serão homenageados os escritores Conceição Evaristo, Solano Trindade, Luiz Silva (Cuti), Mel Duarte, Adão Ventura, Elisa Lucinda, Abdias do Nascimento, Duda Machado e Sebastião Nunes. Todos integram o grupo de poetas do “Língua do P”.

Durante o ‘Café Literário’ o museu oferecerá ainda o projeto ‘Visita Guiada’, que consiste na visitação externa e interna do Solar do Mellos acompanhada pelo historiador da casa, e também às mostras permanentes e à exposição "Celebrando a Educação nos Museus – Tempo, linguagens e memórias". O Solar dos Mello está localizado na rua Conde de Araruama, 248, Centro. Grupos devem agendar a ‘Visita Guiada’, que é gratuita, pelo telefone 2759-5049, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Nesta quarta-feira, será realizada a terceira edição do projeto, que foi relançado em setembro. O ‘Café Literário’ acontece às ultimas quartas-feiras do mês, com entrada franca, e não é necessária a inscrição.

O grupo de autores do ‘Língua do P’ passou boa parte de 2018 fazendo uma viagem poética pela América do Sul, estudando e conhecendo os seus escritores. Além disto, eles trabalharam diversos temas avulsos, como a homenagem aos museus, na reabertura do Café Literário, em setembro, e às mulheres, também no Solar dos Mellos, pela campanha de prevenção ao câncer de mama, Outubro Rosa.

O ‘Língua do P’ foi criado há três anos e conta com cerca de cem encontros. Os saraus itinerantes já aconteceram em praias, em escolas, em espaços culturais, como a Rinha das Artes, no Centro de Macaé, em manifestações culturais públicas e, com maior frequência, no Foyer do Teatro Municipal de Macaé, também no centro da cidade, sempre às terças-feiras, às 19h. Estes poetas ainda representaram Macaé em saraus de municípios circunvizinhos, como Cabo Frio.

Crédito: Bruno Campos

 

 


 

Mais lidas do mês