Mídias Sociais

Cultura

Sociedade Musical Nova Aurora, de Macaé, completa 147 anos de existência e de amor à música

Daniela Bairros

Publicado

em

 

São 147 anos de existência, tradição e amor à música e aos macaenses. A data foi lembrada nessa segunda-feira (08).

Fundada no ano de 1873, como Sociedade Particular de Música, ainda na Rua dos Pescadores, a construção de sua sede social só foi iniciada em 1889. Inaugurada em 1891 na atual Avenida Rui Barbosa, a Nova Aurora mantém sua estrutura até os dias atuais.

Sua fundação foi durante o Segundo Reinado. A Nova Aurora é patrimônio cultural de Macaé, tendo como primeiro presidente Manoel Guedes Júnior. Com a regência do maestro Benedito Passos (Maestro Tinho), já foi Bicampeã do Estado do Rio de Janeiro.

Atualmente é presidida pelo maestro titular e diretor artístico Hélio Rodrigues, e a Banda Sinfônica da Sociedade Musical Nova Aurora já se apresentou em várias cidades do Estado, inclusive na tradicional Sala Cecília Meirelles, e no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, além de realizar concertos nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Registra-se, também, ao longo desses 147 anos de existência, participações em inúmeras festas comemorativas, desfiles cívicos, festivais, carnavais e eventos culturais no município de Macaé e em cidades circunvizinhas, além de seminários, campeonatos e encontros estaduais e nacionais de bandas de música civil.

Em 2016, o Teatro Municipal lotou ao receber a Banda Sinfônica Nova Aurora, festejando esta data tão marcante. "Em comemoração, deixo aqui meus agradecimentos, a esta querida instituição por fazer parte da minha vida, por me formar como cidadão e me tornar uma pessoa melhor a cada dia, obrigado a todos que passaram pela Nova Aurora e cuidaram de sua história”, declarou, na época, o presidente e músico Hélio Rodrigues.

"Um marco do patrimônio cultural de  Macaé, a Nova Aurora vem, há 147 anos, formando gerações de músicos e levando a música a milhares de corações. Premiada em diversos certames, representa Macaé com sua arte musical e o amor à sua gente.

 

Nova Aurora e Macaé: história

Ilustres macaenses passaram pela história da Nova Aurora, o pianista Lucas Vieira, compositor do Hino de Macaé, e Antônio Alvarez Parada, autor da letra; o flautista e compositor de mérito nacional, Benedito Lacerda; o professor Luiz Reid, entre muitos outros. Benedito, um ano antes de seu falecimento (+1958), declarou “À Nova Aurora – deixo aqui o meu coração para o resto da minha vida.”

A Sociedade Musical Nova Aurora, em tempo de pandemia pela Covid 19, registrou em suas redes sociais a importância da data, somada a um belíssimo trabalho, presenteando a todos que apreciam música de qualidade. O link é:
https://www.facebook.com/watch/?v=537576400248091

 

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana