Mídias Sociais

Cultura

Sarau realizado em escola municipal de Macaé ganha repercussão junto à jornalista Miriam Leitão

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Uma escola da rede municipal de ensino de Macaé, localizada no Morro de Sant'Ana, área considerada em situação de vunerabilidade social. Na contramão da violência, a Escola Municipal Amil Tanos, realiza trabalhos para incentivar a leitura e, principalmente, melhorar a educação. Recentemente, realizou um sarau para homenagear o poeta  José Paulo Paes. Após a conclusão do sarau, que foi realizado no início de maio deste ano, nasceu o trabalho "Conversando com o autor", coordenado pelo professor Orlando Henriques que ganhou repercussão e chegou ao conhecimento da jornalista Miriam Leitão, também autora de livros infantins.

Segundo Henriques, o sarau homenageou o poeta José Paulo Paes, em que os alunos fizeram caricatura do poeta, ilustraram e declamaram as poesias para outras turmas.  Os alunos ficaram muito felizes e queriam muito corresponder com o poeta, entretanto ele  já era falecido.  Depois deste trabalho, o professor Orlando iniciou a leitura deleite de um dos livros da jornalista Miriam Leitão "A vida secreta dos passarinhos pequenos". "Ao falar da autora, eu expliquei aos alunos que ela é uma jornalista e que está viva. Um dos alunos teve a ideia de corresponder com a Miriam, mandar uma carta falando do livro. Outro aluno disse que queria fazer uma caricatura e outro fazer um poema com os passarinhos do livro. Eu abracei a ideia, dizendo que tentaria o contato com a autora e jornalista".

Os contatos, por redes sociais, com a jornalista foram iniciados pelo professor. Ao término da leitura, ele preparou uma carta, com poesia e caricatura. "Na carta, anexei a foto de cada aluno, para que a jornalista conhecesse quem estava escrevendo. E o interessante na carta é que os alunos destacaram o desejo de conhecê-la e também em poder ouvi-la  fazendo a leitura do seu livro. Entrei em contato com a mesma explicando o motivo  e prontamente  me enviou seu endereço. Postei o material e em 10 dias tivemos o retorno com exemplares de livros e uma carinhosa carta". Mas antes de iniciar a confecção do material, o professor apresentou aos alunos, vídeos das palestras de Miriam Leitão, como autora e também trechos do programa que ela apresenta na Globo News.

No dia em que o material da jornalista chegou, Orlando abriu junto aos alunos e o resultado já era esperado: muita emoção em ver a felicidade estampada nos rostos de cada um deles. Quando começaram a ouvir a leitura da carta da jornalista, a alegria tomou conta, já que Miriam Leitão citou o nome de todos eles.

Para o professor Orlando, que é pedagogo, este trabalho mostrou um dos benefícios da leitura, que além de formar leitores, proporcionou o desenvolvimento intelectual, cognitivo e cultural. "No espaço escolar faz cumprir, uma das suas funções, que é oportunizar ao aluno todo tipo de leitura, ampliando seu repertório literário e sua função social .  Com o resultado desta iniciativa, pude levar os alunos a perceberem que independente do espaço ou lugar que estejam inseridos, não há limites para a realização dos sonhos", destacou o professor.

Para equipe gestora da Escola Municipal  Amil Tanos, que é de tempo integral, ter profissionais como Orlando, é de uma alegria muito grande, por poder vivenciar este momento marcante para ele e sua turma. "Professores autônomos, conscientes da sua capacidade e estudiosos fazem a diferença. Orlando, sem dúvida,  marca as vidas de seus alunos porque em algum momento e de alguma forma demonstra, verdadeiramente, que se importa com cada  aluno. Nenhum aprendizado significativo acontece sem um relacionamento significativo. Eu agradeço em nome de cada família que verá os frutos desse processo de  ensino e aprendizagem na vida das crianças. Repito sempre: " Somente o essencial, e sse, como já lemos tanto, é invisível aos olhos, aos números, aos diários, às provas."

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais lidas da semana