Mídias Sociais

Cultura

Novas atrações do festival virtual Sou Cultura em Casa estão na agenda desta semana

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Enquanto os moradores de Rio das Ostras são orientados a manter o isolamento social como prevenção ao coronavírus, a Fundação Rio das Ostras de Cultura continua a levar arte a todos que estão em casa. Apresentações musicais de Renata Cabral e Maria Santos, o espetáculo teatral “Meu Avô Dom Quixote” e o documentário “Joel Barcellos, juventude acumulada” são as atrações programadas para esta semana.
O projeto “Sou Cultura em Casa” começou no dia 20 de março e já disponibilizou desde então cerca de 30 atrações artísticas, entre shows, peças, videoaulas de desenho, dança, cinema, documentários e curtas-metragens. Todos os vídeos são postados no Facebook da Prefeitura no endereço eletrônico https://www.facebook.com/frcriodasostras1997/.
CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DESTA TERÇA-FEIRA  A QUINTA-FEIRA:

Terça-feira, dia 5, às 20h
Espetáculo teatral “Meu Avô Dom Quixote”
Peça com atores e bonecos para jovens de todas as idades, traça um paralelo entre a “loucura” romântica do Cavaleiro Andante e a de um velho ator que se despede da vida atormentado pelos fantasmas dos personagens. O espetáculo propõe uma reflexão poética sobre o verdadeiro significado da morte para uma vida cheia de realizações. Texto e direção de Vivaldo Franco.
Quarta-feira, dia 6, às 20h
Maria Santos – Vídeos musicais
A adolescente Maria Santos teve suas primeiras aulas de canto aos 11 anos. Pouco depois começou a aprender violão, conheceu mais sobre a teoria e a prática musical. Em 2019, ficou entre as finalistas do concurso Kids Music Festival. Este ano ingressou no casting da Like Produtora e em breve deve lançar o seu primeiro single.
Quinta-feira, dia 7, às 20h
Documentário “Joel Barcellos, Juventude acumulada”
Com mais de 50 filmes na carreira, Joel Barcellos se tornou não apenas um ícone do Cinema Novo, mas também um expoente do cinema brasileiro. Neste documentário, o ator conta suas aventuras e causos mundo afora até se refugiar em Rio das Ostras nos anos 1970. A direção é de Allexandre Costa.

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana