Mídias Sociais

Cultura

No projeto "Na Rua - Arte na Comunidade", cantor haitiano leva muita música boa a moradores do bairro Âncora, em Rio das Ostras

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

O último sábado (31) foi de muita música boa aos moradores do bairro Âncora, em Rio das Ostras. O cantor haitiano Vox Sambou, que esteve presente na edição deste ano do Rio das Ostras Jazz & Blues, se apresentou na edição do projeto "Na Rua- Arte na Comunidade". Foram quase duas horas de show de muita qualidade do cantor haitiano, que mostrou muita diversidade musical.

O projeto "Na Rua - Arte na Comunidade" é uma iniciativa da Fundação Rio das Ostras de Cultura. No domingo (1º), a iniciativa também levou apresentações artísticas para o bairro Âncora, com objetivo de valorizar os talentos locais e promover a cultura de paz.
Show de Vox Sambou

No palco, o cantor haitiano Vox Sambou apresentou ritmos, como hip hop com afrobeat, grooves latinos e batidas de reggae e elementos peculiares da música haitiana. Letras cantadas em criolo, francês, inglês, espanhol e português, mostrou o trabalho diversificado do cantor, que repetiu o sucesso do show apresentado na recente edição do Rio das Ostras Jazz & Blues Festival.

No show, o cantor, em todo momento, interagiu com a banda, também formada por haitianos, brasileiros e um canadense que tocaram teclado, guitarra, contrabaixo, bateria e saxofone. As banking vocals, que ora alternavam com a voz principal, eram um destaque à parte.

Conversando com o público em português, o cantor não economizou mensagens de paz e solidariedade. A Amazônia, o respeito a diversidade e combate ao preconceito estavam entre os destaques das palavras do músico.

“Amo o Brasil. Amei voltar aqui. Vamos juntos cantar, dançar e se divertir para que nossa união tire do nosso meio todo e qualquer tipo de preconceito. Não ao racismo! Obrigado Rio das Ostras por nos trazer de volta”, disse o cantor.

Convidada pelo Vox Sambou, a cantora riostrense Micha Devellard representou a música local cantando “Opinião”, do compositor Zé Keti. “Essa canção diz muito do que eu acredito como artista. Quando ele me chamou ali meio de improviso, eu fiquei muito emocionada. Eu não sabia que era este samba. Não acreditei quando soube”, relatou.

Crédito: Gabriel Sales

Mais lidas da semana