Mídias Sociais

Cultura

Na região serrana de Macaé, Sana, um lindo lugar que oferece cultura, turismo e oportunidade

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Bem no coração do arraial, o CriaSana, uma iniciativa criada pela Secretaria de Cultura que oferece várias atividades culturais.

Daniela Bairros

Conhece bem a região serrana de Macaé? Não!? Além de belezas naturais e inúmeras opções turísticas, gostaria de conhecer um lugar que também ofereça atividades culturais?

O Sana, distrito macaense, como já mencionado com suas belezas naturais (lindas cachoeiras e trilhas) possui um grande potencial turístico. Para quem já conhece o local, fato. Mas há ainda uma incrível vocação cultural na localidade. E para engrandecer ainda mais esta vocação, a Secretaria de Cultura de Macaé está oferecendo oficinas que podem aprimorar talentos e aumentar as atrações artísticas no distrito. Atrações estas que acontecem no polo cultural, CriaSana, no coração do arraial. Lá, os artesãos  locais expõe artigos há dez anos.

Entre as oficinas oferecidas no Sana , a de Artes Circense, ministrada pelo professor Fabiano Freitas, acontece às quartas e quintas-feiras, das 16h às 20h. Em Glicério, também localizado na região serrana de Macaé, no Polo de Cultura, a oficina está sendo oferecida. No CriaSana, as atividades são às terças-feiras, das 15h às 17h. A inscrição é aberta a pessoas de todas as idades. O curso básico tem duração de dez meses. Neste período, o aluno aprenderá acrobacia aérea, trapézio, acrobacia com tecido e com lira (trapézio redondo), entre outras artes. Ex- alunos já se apresentaram no show da companhia “O Circo a Céu aberto”, que acontece todos os sábados, às 19h, no CriaSana.

Também são oferecidas no sexto distrito aulas de Canto pela professora da Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart), Miriam Schenguert. Este curso é realizado no CriaSana há dois anos e atualmente tem quase 25 alunos. Elas são oferecidas todos os sábados, no período entre 9h20 às 20h. No turno da manhã, para crianças e, à noite, para adultos. O curso, em Glicério, tem 17 alunos. As aulas são em duplas niveladas. Um madrigal (adulto), criado há um ano e meio, oferece prática de repertório e se apresenta a cada encerramento de semestre. Há uma lista de espera para o curso de Canto. Os interessados, por enquanto, estão sendo direcionados para o madrigal, que ensaia aos sábados, das 18h às 20h, no CriaSana.

O curso básico de Canto tem dois anos. Não é exigido o conhecimento de teoria musical, mas todos os integrantes recebem as partituras das canções. Já o curso infantil é lúdico, com arranjos para serem interpretados em grupos e cânones “A voz da criança deve manter-se infantil.

Além dos cursos de Artes Circense e de Canto, a Secretaria de Cultura oferece, no Sana, aulas de Jiu Jitsu, com o professor André Serrano, às segundas e às sextas-feiras, das 19h30 às 21h30. Também o Grupo Unificar Capoeira Angola, do mestre Peixe e contramestre Graffit, oferecem aulas no CriaSana, nas segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, das 17h às 19h30, e às terças, das 9h às 11h30. O objetivo deste projeto é a preservação da Capoeira Angola como cultura e também filosofia de vida.

De colonização suíça, o Sana se caracteriza pela tranquilidade, pelo ecoturismo e pela efervescência cultural. No arraial, está a cachoeira do Escorrega, um tobogã natural com uma piscina e pequena queda d'água ao lado. Mas as trilhas repletas de cachoeiras são uma parte da programação no Sana. À noite, são o artesanato e as apresentações culturais, nos bares, restaurantes e pousadas, com culinária variada, que atraem os turistas.

Crédito: Raphael Bózeo

Mais lidas do mês