Mídias Sociais

Caderno D

Macaé: Solar recebe noite de autógrafos do livro "As Meninas do Castelo"

Avatar

Publicado

em

 

A noite desta quinta-feira (16) teve um brilho de gratidão e boas recordações devido às lembranças de ex-alunas do Instituto Nossa Senhora da Glória, o Castelo. No Solar dos Mellos - Museu da Cidade de Macaé, a professora Língua Portuguesa e Literatura aposentada, Regina Céli Moreira, lançou "As Meninas do Castelo". O livro é uma coletânea de textos e fotos de estudantes daquela instituição de ensino, entre os anos de 1963 e 1973. Neste período, só estudavam lá pessoas do sexo feminino.

O livro contém 120 páginas, com 33 depoimentos de ex-alunas, quatro inserções de freiras, e o artigo da autora. Regina Céli estudou no Castelo entre 1969 e 1977. Lá, morou o Visconde de Araújo, no século XIX. Para resgatar as lembranças marcantes que ocorreram nessa instituição de ensino, as atuais profissionais se reencontram frequentemente. "Dez a doze ex-alunas da minha turma, sempre que possível, se vêem, numa amizade que resistiu ao tempo", diz Regina Céli.

Uma ex-aluna do Instituto Nossa Senhora da Glória, a médica do trabalho Maria Christina Rodrigues Meneses - que foi aluna do Castelo entre 1968 e 1974 -, afirmou que o momento da noite de autógrafos proporcionou mais uma reunião, além do reconhecimento nas rugas, de um passado feliz.

- São momentos especiais. Este colégio ofereceu para mim o primeiro contato com a vocação profissional, além de me ajudar a entender as pessoas e avaliar quesitos como superação e amor. O Castelo colaborou muito para minha formação moral e interior - testemunha a médica.

A presidente da Fundação Macaé de Cultura, Tânia Jardim, que já foi professora de inglês e português no Instituto Nossa Senhora da Glória, destacou a importância do livro, que traz registros de um momento peculiar de uma instituição que há anos faz parte da história da cidade. "Parabéns ao Solar por revelar relatos tão marcantes para o registro da nossa sociedade", completa.

Mais lidas da semana