Mídias Sociais

Cultura

Ingressos esgotados para o show “Janela Lateral 2” nesta quinta-feira (11) no Teatro Popular de Rio das Ostras

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Músicos anunciam terceira apresentação no dia 09 de maio, também no Teatro de Rio das Ostras.  

Daniela Bairros

Os ingressos para o show “Janela Lateral 2” nesta quinta-feira (11) no Teatro Popular de Rio das Ostras estão esgotos. E a terceira apresentação, “Janela Lateral 3”, já foi anunciada pelos músicos no dia 09 de maio, às 20h, também no teatro da cidade.

No repertório do trio Bruno Pirozi, Rodrigo Pontes e Maurício Libardi Jr, sucessos como “Feira Moderna”, “Paula e Bebeto”, “Equatorial” e “Nuvem Cigana” , no “Janela Lateral 2”, que foi inspirado em um dos mais importantes movimentos musicais do Brasil, “O Clube da Esquina”. Será uma linda apresentação com piano e voz.

O Clube da Esquina é formado principalmente por músicos mineiros, entre eles, Milton Nascimento, Lô Borges, Toninho Horta, Beto Guedes, Marcio Borges, Túlio Mourão, Fernando Brant, Ronaldo Bastos e Wagner Tiso e contribuiu para enriquecer o cancioneiro brasileiro. São algumas dessas composições que, numa roupagem nova, procurando manter a atmosfera e a essência original, serão apresentadas no show do trio de Rio das Ostras.

Um deles, Bruno Pirozi, explicou que o trio escolheu o Lado B, que nos tempos do vinil, geralmente reunia as músicas menos conhecidas, mas cheias de qualidade poética e musical. “Estamos produzindo novos arranjos que vão surpreender o público. Um show que, com certeza, ai atrair quem foi no primeiro, pois terá muitas novidades”.

Ainda segundo Pirozi, antes de propor o projeto, mergulhou no universo do Clube da Esquina. “Assistimos documentários, estudamos como os discos foram produzidos e acabamos montando um repertório que falasse destes músicos de uma forma mais abrangente, não somente o que tocou no Clube, mas o que foi produzido posteriormente. O Janela Lateral é um projeto pensado nos detalhes”.

 

Durante o show, os músicos também farão um breve sarau declamando versos das composições do primeiro show como “Caçador de Mim” e “O trem azul".

No piano, Mauricio Libardi comanda os novos arranjos das composições e contribui para a produção musical e vocal do show. Entre as canções do novo repertório estão “Bola de Meia, Bola de Gude”, “Paula e Bebeto”, “Equatorial” e “Nuvem Cigana”.

Assim como no primeiro show, Rodrigo Pontes, que também é artista plástico, assina a concepção cenográfica. “Gosto da beleza, de levar o belo a quem me assiste, é um compromisso que tenho com o público para que ele saia mergulhado no universo do Clube da Esquina”, explica Rodrigo.

Crédito: Alexandre Araújo

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Mais lidas do mês