Mídias Sociais

Cultura

Imagem de Nossa Senhora de Fátima emociona macaenses durante peregrinação

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

A semana está terminando. Mais uma semana em que cidadãos macaenses estão em isolamento social e há dois meses de quarentena. Para muitos, o período está servindo para fortelecer a fé. Na última quarta-feira (13), os fiéis católicos, celebraram o dia de Nossa Senhora de Fátima. E neste ano, devido à Covid-19, a programacao foi online. Mas a peregrinação com a imagem da santa emocionou os macaenses nessa semana. Muitos acompanharam a peregrinação e assistiram pela plataforma YouTube

Um carro de som veiculou canções marianas e o padre Fábio Felippe, pároco da igreja com o nome da santa, abençou   profissionais de saúde, idosos e transeuntes, em frente às unidades de atendimento médico e hospitalar e de acolhimento a idosos. A peregrinação passou por bairros como Novo Visconde, Centro, Cavaleiros, Virgem Santa, Cajueiros e outros locais.
O grupo parou em frente ao Hospital Público Municipal, Hospital da Unimed, Centro de Triagem do Paciente com Coronavírus, Hospital São João Batista e Clínica São Lucas, Farmácia Popular, Centro de Especialidades Dona Alba, entre outros lugares. A procissão, que contou apenas com dois carros para evitar aglomeração, pode ser acessada no link do YouTube pascomfatimamacae.
Na última quarta-feira (13),  completaram-se 103 anos da aparição da virgem em Fátima, Portugal.

Festa tradicional para os macaenses

Anualmente a festa reúne no mês de maio milhares de pessoas na sede do templo, na Rua Teixeira de Gouveia, número 1312. O tradicional sorteio do automóvel zero quilômetro foi adiado para o último domingo de dezembro de 2020. "O nosso site é www.fatimamacae.com.br", informou padre Fábio.
O sacerdote ressaltou que o objetivo do evento foi saudar a mãe de Deus que deu Jesus à humanidade. "A expressão dessa festa online se realizou por intermédio de amor a ela. No contexto atual, isso é o que Deus está permitindo", pontuou.

“Nessa pandemia, na qual passamos por provação e dificuldade, temos que ter a humildade de saber, aceitar e reconhecer nossa dependência de Deus. Com fé, esperança e solidariedade tudo isso vai acabar”, avaliou.

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana