Mídias Sociais

Cultura

Ex-Titã, Paulo Milkos apresenta o show “A gente mora no agora” no Teatro Sesi Macaé

Daniela Bairros

Publicado

em

Cantor sobe ao palco em Macaé no próximo dia 12, a partir das 20h. Ingressos estão à venda na bilheteria do Sesi

Daniela Bairros

O ex-titã Paulo Miklos apresenta o show ‘A gente mora no agora” no Teatro Sesi Macaé. O cantor sobe ao palco em Macaé no próximo dia 12, a partir das 20h. Os ingressos estão à venda na bilheteria do Sesi. Valores: R$ 34 (inteira) e R$ 17 (meia).

Milkos vai apresentar o que considera, de fato, seu primeiro trabalho individual na música. Gravado em março de 2017, o álbum “A gente mora no agora” é no violão de náilon, explorando profundamente o universo da MPB (Música Popular Brasileira), do qual o artista sempre fez parte.

Com incentivo da Natura Musical, a produção do álbum ficou a cargo de Pupillo, da Nação Zumbi, com coprodução de Apollo Nove. A direção artística é assinada por Marcus Preto, que guiou discos recentes de Tom Zé e Gal Costa.

Pouco tempo depois de sair da banda Titãs, uma das mais importantes do Brasil, Miklos foi dar vazão ao seu infindável fervor criativo, que já lhe rendeu trabalhos no cinema, teatro e televisão, além de centenas de músicas.

O repertório do show, que leva o nome do álbum, conta com composições de Paulo Miklos em parceria com grandes artistas, tanto da velha guarda quando da geração atual, como: Nando Reis, Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos, Guilherme Arantes, Céu, Emicida, Mallu Magalhães e Tim Bernardes.

O Teatro Sesi Macaé fica na Alameda Etelvino Gomes, 155, Riviera Fluminense.

Sobre Paulo Miklos

Paulo Miklos é um músico, ator, apresentador de televisão brasileiro de ascendência húngara, ex-vocalista da banda de rock Titãs. Em 2001 iniciou a carreira de ator. Em 2011, iniciou a carreira de apresentador de televisão, apresentando o “Paulo Miklos Show” na Mix TV, entre 2012 e 2013.

Nos Titãs, Paulo cantava, tocava guitarra e ocasionalmente teclado e saxofone.  No dia 11 de julho de 2016, anunciou seu desligamento da banda, com a intenção de se dedicar a projetos individuais. Na época, prometeu percorrer novos caminhos como compositor e intérprete, assim como na carreira de ator.

Crédito: Divulgação

Mais lidas do mês