Mídias Sociais

Cultura

Em Rio das Ostras, Teatro Popular recebe peça teatral que aborda preconceito e conflitos

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Peça “Tom na Fazenda”  será às 20h e vai abordar conflitos, os preconceitos e o homossexualismo.

 

Daniela Bairros

O Teatro Popular de Rio das Ostras apresenta nesta quarta-feira (20), às 20h, apresenta o espetáculo “Tom na Fazenda”. A peça vai abordar os relacionamentos marcados por conflitos, os preconceitos e o homossexualismo.

A apresentação será gratuita e o público poderá retirar senhas a partir das 18h.

A peça do canadense Michel Marc Bouchard e direção de Rodrigo Portella vai abordar os embates de Tom, interpretado por Armando Babaioff, que também faz a tradução do texto, após a morte do namorado. Jovem publicitário, acostumado à vida da metrópole, Tom viaja a zona rural para o funeral do companheiro. Chegando lá percebe que seu amante nunca havia mencionado para a família sobre a relação de ambos ou a sua própria orientação sexual.

Uma situação que poderia gerar apenas leve mal-estar começa a ganhar contornos dramáticos com as ameaças de Francis (Gustavo Vaz), irmão do falecido. Dessa forma Tom se vê obrigado a omitir a verdade para a mãe do companheiro, interpretada por Kelzy Ecard. O espectador é conduzido por uma história que se inicia com o ciclo vicioso de mentiras e continua girando pela roda arraigada do preconceito.

Optando pelo cenário com poucos elementos e tons neutros, que influenciam também os figurinos, o diretor valoriza a intepretação dos atores, com muitos momentos fortes. Um dos aspectos mais marcantes é o embate entre os personagens Tom e Francis, que apresentam uma dicotomia dramatúrgica entre a repulsa e a atração. A violência se torna um canal de comunicação mútuo, desafiando os limites da dor física, da homofobia, e culminando na ambiguidade sadomasoquista quando Tom deixa-se prender numa forma derivada da síndrome de Estocolmo.

 

Crédito: Ricardo Brajterman

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Mais lidas do mês