Mídias Sociais

Cultura

Cultura na rede: secretaria de Macaé, diariamente, leva arte à população pelas redes sociais em tempos de isolamento social

Daniela Bairros

Publicado

em

 

 

Daniela Bairros

Desde o último dia 19, a Secretaria Municipal de Cultura de Macaé, por meio das mídias sociais do órgão, como facebook, instagram e twitter, está levando, por meio de transmissões ao vivo (lives), arte, poesia e cultura à população, nestes tempos de isolamento social.

Segundo o secretário de Cultura de Macaé, Thales Coutinho, a cidade foi uma das primeiras a adotar a iniciativa. " Estamos convidando artistas, nossos próprios professores, instrutores, para diversas apresentações, entre elas, circenses, de teatro, bate-papo, poesia, música. Nestes tempos de isolamento social, nossas mídias sociais estará oferecendo muito cultura à população de Macaé, explicou.

Já partciparam das lives, Sheila Juvêncio, que no último dia 19. Ela é produtora de eventos e coordenadora da Emart. O jornalista Raphael Bozeo, também fotógrafo da Secretaria de Cultura de Macaé, abordou a importância da arte neste momento de crise. Na última terça-feira (24), a participação foi do poeta, jornalista, mestre em comunicação e produtor cultural, Gleison Dudus. Na segunda-feira (23), foi a vez da atriz, professora da Emart e Diretora do Grupo Cria, Cláudia Byspo, que abordou a criação artística em tempos de crise.

Nesta quarta-feira (25), a partir das 19h, o Cultura na Rede traz o saxofonista Anderson Aprígio, com Pocket Show.

Nesta sexta-feira (27), a partir das 16h, em homenagem ao Dia do Circo, as lives serão com as atores da Cia Chirulico e professores da Emart, Aline e Anthony. Em seguida, será a vez de Lili Castro, pesquisadora, escritora, atriz e palhaça.

Acompanhem pelas redes sociais: facebook: Secretaria de Cultura de
Macaé. Instagram: @secretariadeculturademacae e twitter: @culturamacae

O secretário de Cultura elogiou a iniciativa do Maranhão, onde editais serão elaborados para apresentação de artistas nas redes sociais. "Muito importante a iniciativa do Flávio Dino, porque é essencial que as pessoas continuem tendo acesso à arte".

Crédito: Raphael Bozeo

Mais lidas da semana