Mídias Sociais

Cultura

Cabo Frio realiza uma serie de atividades em comemoração do Dia Internacional da Mulher

Publicado

em

 

A programação já começou e segue até o dia 16 de março. 

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, o município de Cabo Frio planejou uma série de atividades voltadas para a conscientização e reflexão sobre os direitos da classe na atualidade. As atividades, que já começaram e seguem até o próximo dia 16, são promovidas pela Coordenadoria da Mulher e da Pessoa Idosa (COGEPI).

“Este é o momento para refletir sobre todo o contexto que envolve as vulnerabilidades da mulher como vítima da violência, em face do histórico de desigualdade gerado pelo impedimento da garantia de direitos como educação, saúde, segurança, trabalho e habitação e a cultura do machismo. Assim, não podemos deixar passar toda e qualquer oportunidade onde possamos estar sensibilizando e chamando à responsabilidade a sociedade”, disse a coordenadora da Mulher, Tereza Tenan.

As primeiras atividades estão sendo realizadas pela Coordenadoria-Geral da Pessoa Idosa (COGEPI). A abertura da programação, que aconteceu nesta segunda-feira, 05, e contou com uma palestra sobre a mulher contemporânea. No decorrer da semana ainda estão programadas atividades como exposição, cuidados com a saúde e beleza, baile e brincadeiras. A programação é gratuita e segue até a próxima sexta-feira, 09, das 9h às 12h. Para participar basta ter mais de 60 anos de idade.

Já a primeira atividade da Coordenadoria da Mulher  será realizada na Casa de Cultura José de Dome (Charitas). Uma palestra será realizada das 9h às 13h abordando o tema “Fortalecendo Redes Institucionais de Mulheres”.

Já na sexta, 09, a roda de conversa acontece na Universidade Estácio de Sá. Serão debatidas as dificuldades enfrentadas pelas mulheres negras e a violência que a mulher ainda sofre por pertencer ao gênero feminino. O encontro será das 9h às 16h, com intervalo para o almoço de duas horas.

No dia 16, também na Universidade Estácio de Sá, serão debatidas diversas questões que envolvem a mulher nos dias atuais. A conversa vai abordar desde as dificuldades enfrentadas pelas mulheres na terceira idade, à sexualidade e o mercado de trabalho para a mulher, e as violências vivenciadas pelo segmento, desde o estupro à violência cibernética. O evento é das 9h às 16h.

 

 

 


 

Mais lidas do mês