Mídias Sociais

Cidades

Vigilância Sanitária interdita cozinhas clandestinas que abasteciam comércios da Praia do Forte, em Cabo Frio

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Segundo os fiscais, o local não apresenta as condições mínimas de higiene com uma rede elétrica precária, além da presença de animais como gatos e ratos.

Agentes da Postura e da Fiscalização Sanitária de Cabo Frio, na Região dos Lagos, estouram cozinhas clandestinas que funcionavam em um prédio abandonado na Avenida Macário Pinto Lopes (Avenida do Contorno), no Algodoal, na tarde desta quinta-feira (29).

No local, os fiscais constataram que os alimentos produzidos abasteciam ambulantes e barraqueiros que trabalham nos areias da Praia do Forte. A estrutura será recolhida e o local será interditado, passando a não mais funcionar como suporte dos comerciantes.

Segundo os agentes, o local não apresenta as condições mínimas de higiene e conta com uma rede elétrica precária, além da presença de animais como gatos e ratos, do odor forte, e com o armazenamento e manuseio de alimentos em locais inadequados, inclusive ao lado do lixo.

  • Com informações do RC/24H
  • Foto: RC/24H


 

Mais lidas do mês