Mídias Sociais

Cidades

Vigilância faz ação na Praia de Carapebus para a virada do ano

Publicado

em

 

 O objetivo é disciplinar o comércio de alimentos e ao mesmo tempo criar uma rede de proteção contra o mosquito da dengue.

Será nesse dia 30, a grande ação da Vigilância Sanitária da secretaria de Saúde de Carapebus em toda a orla e região da Praia de Carapebus. Segundo José Josias B. Lima, coordenador do Programa de Vigilância Sanitária e Ambiental (PROVISA) uma equipe multidisciplinar que realizará aplicação de larvicida, fumacê, vacinação anti rábica e também fiscalização sanitária em bares e restaurantes, com verificação de validade de produtos alimentícios e as instalações prediais. Para Josias, a ação tem por objetivo “disciplinar o comércio de alimentos e ao mesmo tempo, criar uma rede de proteção contra os mosquitos da dengue, chikungunya e Zica. Queremos receber nossos turistas com a casa arrumada e livre de problemas”.

Os agentes da PROVISA farão uma “varredura” em todas as ruas e terrenos localizados na Praia. Enquanto os agentes da endemia estiverem fazendo visitas de inspeção em todas as casas, verificando, capturando larvas de mosquito e aplicando larvicidas nos depósitos de água, um funcionário com máquina de fumacê costal aplicará o veneno contra o mosquito em todos os terrenos baldios, evitando com isso a proliferação do inseto, principalmente no período chuvoso.

Vacinação Antirrábica

Aproveitando as instalações físicas do posto de Saúde da praia, a coordenação do programa instalará uma equipe para realizar a vacinação anti rábica nos animais da localidade. Para a vacinação, os cães devem estar com coleira e guia e, os gatos em caixas de transporte apropriadas. Animais com temperamento agressivo precisam estar com focinheira. Sintomas como dores no local vacinado, febre e comportamento mais quieto do animal podem ocorrer até 36 horas após a aplicação. A raiva é uma doença que compromete o sistema nervoso do homem, incurável e com índice de letalidade próximo a 100%.

Fiscalização em restaurantes

A PROVISA - segundo José Josias B. Lima – no mesmo dia estará percorrendo e fiscalizando todos os bares e restaurantes localizados na praia, para verificar as condições sanitárias, assim como dos alimentos. Serão analisadas as condições sanitárias para avaliar a manipulação dos alimentos e as condições de higiene na produção dos produtos, bem como sua validade e forma correta de acondicionamento.

“Todo alimento com tempo de validade vencido ou em condições irregulares de armazenamento será apreendido e os proprietários do restaurante ou bar multados”, detalhou Josias. No caso dos infratores serão concedidos dez dias para a regularização de todos os problemas, sob o risco de ser fechado o estabelecimento, até a solução do problema.

 

Da redação

Crédito:  Divulgação

 

Mais lidas da semana