Mídias Sociais

Cidades

Unidades do Sesi aderem à campanha SESI Cidadania Contra a Fome

Publicado

em

 

Daniela Bairros

As unidades da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) Sesi de Campos dos Goytacazes, Macaé, Itaperuna e Santo Antônio de Pádua, além de outras 25 em todo o estado, estão recebendo doações de alimentos não perecíveis, mas também é possível doar por transferência bancária ou pix. Campos é a sexta cidade do estado com mais pessoas em situação de extrema pobreza, e Macaé é a 14ª. Por isso, a Firjan Sesi e empresários se uniram e aderiram, nesta semana, à campanha Sesi Cidadania contra a Fome.

O objetivo é ajudar a minimizar os efeitos da pandemia sobre pessoas em situação de fome e pobreza extrema por meio de doações de cestas básicas no estado do Rio. Viva Rio, o Movimento União Rio e Caminhão da Misericórdia são parceiros da Firjan SESI nesta iniciativa de mobilização da sociedade.

Pessoas em situação de extrema pobreza vivem com até R$ 89 por mês, o que em Campos são quase 130 mil cidadãos (129.026), sendo a sexta cidade do estado com o pior índice. Isso equivale a quase um terço da população campista (25,2%). Já Macaé é a 14ª cidade do estado com mais pessoas sobrevivendo com até R$ 89 por mês, num total de mais de 35 mil moradores (35.185). Em todo o estado são 2,6 milhões de pessoas nessa situação - o equivalente a 15,1% da população fluminense. O levantamento foi feito pela Firjan com base nos dados do Ministério da Cidadania.

Para contribuir com a campanha, basta acessar o site firjan.com.br/sesicidadaniacontrafome e fazer a doação de qualquer quantia via PIX ou transferência bancária. Alimentos não perecíveis também serão recolhidos em 29 endereços da Firjan SESI e Firjan SENAI espalhadas pelo estado. No Norte Fluminense, as doações poderão ser feitas na Firjan SENAI Campos e Firjan SESI Macaé. Já no Noroeste, são as unidades Firjan SESI SENAI Itaperuna e Firjan SESI Santo Antônio de Pádua. A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro ainda vai doar uma cesta básica por cada um dos colaboradores que realizar doação.

Doações serão entregues pelas entidades parceiras

Os recursos financeiros serão convertidos em cestas básicas ou cartões alimentação que serão distribuídos, respectivamente, pelo União Rio e pelo Viva Rio, por meio do SOS Favela. Já o Caminhão da Misericórdia, da Comunidade Olhar Misericordioso, ajudará na entrega dos alimentos doados.

O movimento voluntário União Rio busca soluções para ajudar o Rio a superar os efeitos da pandemia. Até março deste ano, distribuiu 5 mil toneladas de alimentos, beneficiando 360 mil famílias em 237 comunidades do estado, ativou 448 leitos para pacientes SUS, reformou 133 consultórios no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e doou mais de um milhão de EPIs.

Com 28 anos de trajetória, a empresa social Viva Rio ultrapassa 34 milhões de atendimentos e realiza campanhas para arrecadar e distribuir donativos para famílias em situação de vulnerabilidade. Também articula projetos voltados à melhoria da segurança, saúde e educação nas favelas.

Já o Caminhão da Misericórdia leva cestas básicas adquiridas com a doação de benfeitores às paróquias das comunidades e arredores. Somente durante a pandemia, a iniciativa já distribuiu 142 toneladas de alimentos.

Confira abaixo os endereços das unidades do Norte e Noroeste Fluminense que estão recebendo doações de alimentos não-perecíveis:

- Firjan SENAI Campos. Rua Bruno de Azevedo, nº 37 - Jardim Maria de Queiroz

- Firjan SESI Macaé. Alameda Etelvino Gomes, nº 155 - Riviera Fluminense

- Firjan SENAI SESI Itaperuna. Rua Dep. José de Cerqueira Garcia, nº 883 - Presidente Costa e Silva

- Firjan SESI Santo Antônio de Pádua. Avenida João Jasbik, nº 740 – Aeroporto

Crédito: Divulgação

 

 

Mais lidas da semana