Mídias Sociais

Cidades

Secretária de Educação Participa de Sabatina na Câmara de Búzios

Avatar

Publicado

em

 

 

Conservação das unidades escolares, merenda, e climatização foram alguns dos temas abordados

 

A secretária municipal de Educação de Búzios Deisemar Gonçalves foi sabatinada pelos vereadores na sessão plenária de terça-feira (04). Antes da sabatina, a secretária fez uma explanação sobre os trabalhos da secretaria, como a manutenção e pintura de 11 escolas no começo deste ano; apresentou dados de evolução de vagas nas cheches de 153 (no ano de 2012) para 616 (em 2017), o aumento da nota do município no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 4.6 para 5.3, ocupando o segundo maior IDEB da região, além de outros números como aprovações e reprovações escolares por segmento.

Um dos pontos mais abordados na sabatina foram sobre a conservação das escolas, a falta de salada no cardápio da merenda escolar e o problema de climatização das salas de aula, observados durante suas visitas pelas escolas no início deste ano. A secretária respondeu que o cardápio da merenda escolar é elaborado por nutricionista, e que a “restrição no cardápio” se deu porque as hortaliças ainda não foram licitadas. Informou ainda que foram adquiridos 200 ventiladores para serem instalados nas salas de aula até o final do mês.

Quanto à EJA, ela esclareceu que o programa não acabou, continua na escola Nicomedes Theotônio Vieira (Manguinhos) e Cilea Maria Barreto (Rasa). “A EJA existe para aquelas pessoas que não puderam cursar a sua escolaridade na idade certa. Hoje a gente está acabando gradativamente com isso porque as pessoas estão se escolarizando na idade certa. Então a procura é quase zerada. A gente vem zerando isso com a correção de fluxo, um projeto implantado em 2013 de aceleração, onde o aluno se prepara para recuperar todos os conteúdos que ele perdeu. Então nós conseguimos diminuir com a EJA, não acabado.”, esclareceu. A evolução de matrícula da EJA diminui de 625 (2012) para 333 (2017).

Deseimar também respondeu sobre o quantitativo de ônibus para atender aos estudantes da cidade. "São 4 ônibus (amarelos), sendo três grandes e um micro-ônibus. Dois estão parados porque o pneu está careca." Além desses veículos, o município conta com 11 ônibus alugados para essa mesma finalidade.

A grande procura por vagas no Ensino Médio também foi mencionada pela secretária. Conforme dado do Censo Escolar, a busca por essas vagas passou de 764 alunos (em 2012) para 1040 (em 2017).

Mais lidas da semana