Mídias Sociais

Cidades

Reabertura gradual do comércio cabo-friense está prevista para os próximos dias

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A reabertura do comércio cabo-friense deve começar a ser permitida nos próximos dias. A informação foi divulgada após o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) validar o  Plano de Controle de Ação (PCA) apresentado pelo Prefeitura.

Segundo o documento, a  Prefeitura de Cabo Frio irá, por meio do PCA, referenciar a situação epidemiológica e as ações de flexibilização a partir das zonas cromáticas, verde, amarela, laranja e vermelha, que correspondem respectivamente aos níveis do novo Índice Geral de Controle (IGC). O índice é calculado a partir da combinação dos dados referentes a ocupação dos leitos convencionais e de UTI além das informações sobre a evolução da epidemia e óbitos. Todos os cálculos já levam em conta fatores de subnotificação.

A previsão é que os novos critérios sejam aplicados a partir do fim do prazo previsto no Decreto 6.262, de 29 de maio de 2020, que determina até o dia 5 de junho todas as ações para atendimento ao público descritas no Decreto 6.242, de 30 de abril de 2020, como medida de enfrentamento contra a disseminação do coronavírus.

Caso seja aplicado, a nova etapa ficará em vigor por 14 dias, prazo para avaliar os impactos dos primeiros movimentos. Caso entre na zona de maior restrição, a vermelha, as medidas serão suspensas e adotadas as específicas correspondentes.

 

 

Setores previstos para serem liberados

 

Além dos setores já autorizados, ficará permitido o funcionamento de Bares e restaurantes; Shopping Center (exceto cinemas e áreas de lazer); Escritórios de profissionais liberais; Comércio varejista em geral; Setores administrativos de instituições privadas de ensino; Barbearias, salões e clínicas estéticas; Meios de hospedagem (apenas para o atendimento ao público corporativo, prestadores de serviço e offshore); Bancas de jornal e Serviço de transporte por aquatáxis.

Vale lembrar que já estavam permitidos os setores de: construção civil, postos de combustíveis, padarias, mercados, feiras livres, fornecedores de gás e água e lojas de produtos veterinários, clínicas médicas, lojas de material de construção, oficinas mecânicas, cicles e óticas.

Todos eles deverão obedecer os protocolos de conduta, higiene e restrições quanto a disposição do espaço físico e lotação. As normas e protocolos para a retomada das atividades serão publicadas em novo decreto municipal.

Com relação as barreiras de restrição a entrada de ônibus e similares por fretamento e a de veículos de outras localidades, a medida permanece em vigor, bem como a obrigatoriedade do uso da máscara no município de Cabo Frio.

 

Mais lidas da semana