Mídias Sociais

Cidades

Primeira temporada do Bandeira Azul Praia do Peró, em Cabo Frio, termina nesta sexta-feira, 26

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A Bandeira Azul colocada na Praia do Peró, em Cabo Frio, como símbolo de certificação internacional do turismo será retirada nesta sexta-feira, 26. O motivo é que o programa é sazonal e a certificação não dura o ano todo.

De acordo com a Prefeitura de Cabo Frio, o arriamento da Bandeira marca o início de novos esforços para que a bandeira volte a ser hasteada na próxima temporada. Mesmo com todas as melhorias que redundaram na certificação para a temporada 2018/2019, ainda há muito a ser feito tanto na Orla quanto no bairro do Peró.

“Eu falei, em uma conversa com os coordenadores locais do programa, que agora, a Bandeira Azul vai descansar, enquanto nós vamos trabalhar. Já temos equipes do Planejamento e de todas as secretarias envolvidas, além da Comsercaf, conversando entre si para que as datas sejam estabelecidas e as partes envolvidas comunicadas, para que, juntos, possamos superar os critérios estabelecidos e hastear, com propriedade, nossa Bandeira Azul na Praia do Peró, criando expertise para que outras praias de nossa cidade possam se candidatar de forma natural à certificação”, explicou o secretário de Desenvolvimento Felipe Araújo.

 

Temporada 2018/2019 - Hasteada no dia 25 de novembro de 2018, a Bandeira Azul Praia do Peró foi o ápice de um movimento que partiu dos próprios moradores do bairro, envolveu o Poder Público e se transformou em uma das maiores atrações turísticas da cidade da temporada 2018/2019.

“Eram 34 critérios a serem cumpridos, passando desde a qualidade da água até a mobilidade e acessibilidade. Contamos com diversos guerreiros, capitaneados pelos nossos coordenadores, Paloma Arias e Magno Maiques, que trabalharam diuturnamente, contagiando todos os demais agentes ambientais, para que todas as determinações fossem cumpridas, e a certificação acontecesse. Do ponto de vista ambiental, foi uma vitória maiúscula para Cabo Frio, mas não podemos parar por aqui, nem na Praia do Peró, e envolver todas as nossas praias nos mesmos princípios que nos trouxeram essa certificação”, afirmou o coordenador de Meio Ambiente Mario Flavio Moreira.

Para o secretário de Turismo, Radamés Muniz, a Bandeira Azul serviu como diferencial no apelo turístico para a Praia do Peró.

“A certificação da Bandeira Azul transformou a Praia do Peró em um produto turístico ecológico. Os visitantes procuram o local pela valorização ambiental e também pela organização trazida pelo selo. Isso refletiu diretamente na ocupação da rede hoteleira no local, que teve um acréscimo de 20% a 30%. Observamos também que muitos desses visitantes vêm de São Paulo, que é um público bastante antenado com as questões da área ambiental.  A Bandeira Azul trouxe, sem dúvidas, um diferencial à Cabo Frio, nos tornando referência no turismo do Estado do Rio e também de toda Região Sudeste”, enfatizou.

Para os hotéis da Praia do Peró, a certificação foi a confirmação de uma aposta antiga em um lugar promissor. “O que vi foi uma integração e aceitação dos moradores e turistas muito positiva. Não podemos perder essa oportunidade de colocar o Peró e Cabo Frio na mídia brasileira e internacional nesse próximo verão.  Será a afirmação de um sonho antigo, de uma aposta, até, de todos nós que escolhemos o Peró”, afirmou Roberto Saci, dono de um hostel premiado nacionalmente pela sustentabilidade da construção e dos serviços.

Carlos Cunha, presidente da Associação de Hotéis de Cabo Frio, ressaltou que a certificação trouxe melhorias para todo o bairro do Peró. “Foi um curto período de tempo, mas vimos grandes melhorias em relação ao ordenamento, Postura, segurança dos visitantes, dos moradores e dos turistas, principalmente durante o dia, quando tivemos maior presença da Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, como sempre, trabalhando muito bem e a Guarda Municipal muito mais presente, refletindo no dia a dia de todo o bairro”, finalizou.

 


 

Mais lidas do mês