Mídias Sociais

Cidades

Prefeitura de Cabo Frio esclarece sobre auxílios negados por suposto vínculo empregatício com o município

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A Prefeitura de Cabo Frio, através da Secretaria Municipal de Administração (Secad), emitiu uma nota oficial para esclarecer os casos de pessoas que tiveram o auxílio emergencial negado, devido a um suposto vínculo empregatício ativo junto ao município. Após minuciosa análise no banco de dados da Prefeitura, constatou-se que se tratava de pessoas que estavam com vínculo aberto por não terem sido informadas na SEFIP nas gestões anteriores.

Segundo a Prefeitura, atualmente a SEFIP/GFIP (Sistema Empresa/Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social) é regularmente encaminhada no sétimo dia do mês subsequente à folha de pagamento referência. Assim, além de alimentar o sistema e retificar à SEFIP da época para o que foi relatado à SGRH, paralelamente, de ofício, busca possíveis outros casos que, embora não tenham sido comunicados oficialmente ao município, estejam irregulares e necessitem de retificação.

Quanto aos profissionais da Educação que tiveram a extinção dos seus contratos no mês de abril, a Secretaria explicou que para comunicar a demissão na transmissão da SEFIP, a Secretaria depende da unidade gestora responsável pela folha de pagamento, que neste caso é a Secretaria Municipal de Educação.

"Os dados necessários nos foram repassados na segunda, 25, e imediatamente transmitimos os arquivos à Caixa Econômica Federal. Cumpre ressaltar que o Cadastro Nacional de Informações Sociais do Governo Federal leva cerca de cinco dias úteis para ser atualizado com os dados enviados", informou a nota

A Secretaria Municipal de Administração se solidariza com a situação das pessoas que dependem do recebimento do auxílio emergencial e, por este motivo, está somando todos os esforços para que tais situações sejam regularizadas com a urgência requerida, mesmo com a diminuição de mão de obra presencial nos setores competentes, uma vez que a Prefeitura ainda se encontra em regime de escala em prevenção ao contágio da covid-19.

Mais lidas da semana