Mídias Sociais

Cidades

Prefeito de Cabo Frio assume vice-presidência do Consórcio de Saúde da Baixada Litorânea

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O Prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano Moreno, ficou com a vice-presidência do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Litorânea. O cargo foi definido após uma nova eleição, ocasionada pela saída de Marquinho Mendes do Governo, que era o então presidente do consórcio.

Na eleição dos membros do consórcio para gestão 2017/2020 a presidente e vice foram assumidas por Marquinho Mendes (ex-prefeito) e Renatinho Vianna (prefeito de Arraial), respectivamente. Mas com a saída de Marquinho do governo de Cabo Frio automaticamente Renatinho assumiu a presidência. Porém com a nova eleição, Adriano foi eleito por unanimidade entre os membros do Consórcio e assumiu a vice-presidência para gestão 2018/2019.

Como médico, Dr. Adriano afirmou que está satisfeito em pode contribuir. “Estou muito feliz em assumir a vice-presidência do Consórcio de Saúde. Eu como médico acredito que a união dos municípios é muito importante para nossa região. Essa é a oportunidade de trabalharmos em conjunto e buscar verbas estaduais e federais para atender as demandas da população da baixada litorânea”, declarou o prefeito.

Renatinho Vianna também acredita que o trabalho em conjunto trará muitos benefícios à Baixada Litorânea. “Essa reunião é muito importante para ajustarmos alguns pontos e acredito que unidos somos mais fortes e vamos trazer muitas conquistas para nossa região”, afirmou.

Além da eleição, o encontro serviu para definir os membros do conselho técnico, do conselho fiscal, o critério de rateio para estruturação do consórcio e o local da nova sede. A partir de agora o município de Cabo Frio passa a abrigar o espaço administrativo, que vai funcionar da Rua Florisbela da Penha. , s/n, no bairro Braga.  Antes funcionava na Rua Érico Coelho, 278, no Centro, em São Pedro da Aldeia.

 

Sobre o consórcio - A iniciativa autônoma de municípios localizados em áreas geográficas próximas que se associam para gerir e prover conjuntamente serviços à população das cidades participantes. Essas associações constituem uma forma inovadora de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) que a cada dia se torna mais comum em todo o Brasil, principalmente nas regiões Sul e Sudeste.


 

Mais lidas do mês