Mídias Sociais

Cidades

Parque Municipal Natural do Mico-Leão-Dourado é reinaugurado em Tamoios, Distrito de Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O Parque Municipal do Mico-Leão-Dourado, no Distrito de Tamoios, em Cabo Frio, foi reinaugurado nesta quarta-feira, 28. Com a reabertura da unidade, a área ficará permanentemente ocupada por guarda-parques e agentes do município.

De acordo com a Prefeitura, a reinauguração da sede do Parque foi acelerada em função do crescente aparecimento de famílias inteiras de micos leões dourados durante as ações de fiscalização ambiental e fundiária. “Como a área vem sendo alvo de constantes invasões e parcelamento ilegal, nossos fiscais, juntamente com os agentes ambientais, estão sempre em ronda pelo local e notaram que o número de micos vem crescendo. Para nós, fiscais fundiários, é uma alegria saber que nosso trabalho também ajuda na preservação de uma espécie em extinção”, afirmou Ricardo Sampaio, coordenador de Assuntos Fundiários.

O ato também faz parte das ações preparatórias para a criação do Conselho Gestor do Parque Natural Municipal do Mico-Leão-Dourado. Toda Unidade de Conservação deve ter um conselho gestor, que tem como função auxiliar na administração do parque e promoção de ações que integrem à população. O conselho deve ter a representação de órgãos públicos, tanto da área ambiental como de áreas afins (pesquisa científica, educação, cultura, turismo, paisagem, arquitetura, arqueologia e assentamentos agrícolas), e da sociedade civil, como a população residente e do entorno, população tradicional, proprietários de imóveis no interior da UC, trabalhadores e setor privado atuantes na região, comunidade científica e organizações não-governamentais com atuação comprovada na região.

“Após a criação do Conselho, procede-se com a etapa de formalização. Uma lista de documentos é confeccionada e incluída nesta etapa, como, o ofício de aceite das instituições em participar do conselho, cópia do CPF e RG dos representantes indicados pela comunidade, descrição dos objetivos da instituição compatíveis com os objetivos da UC, cópia da ata e registro da fundação da instituição; e ata de reunião de posse da atual diretoria (para instituições não governamentais)”, explicou o coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira, salientando que, a partir da criação do Conselho Gestor, ficará mais fácil que a ações ambientais e a reabertura oficial do Parque sejam implantados.

 

Sobre o Parque - Criado em 1997, o Parque é uma unidade de proteção integral, dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Bacia do Rio São João, que tem por objetivo a defesa dos últimos remanescentes florestais do bioma Mata Atlântica. Além de promover pesquisas científicas, o local também é destinado à educação ambiental e ao turismo ecológico.

 


 

Mais lidas do mês