Mídias Sociais

Cidades

Motociclistas protestam após morte de motoboy na Rodovia Amaral Peixoto

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Um grupo de motoboys realizou um protesto pacífico na tarde desta sexta-feira, 12, cobrando melhorias na Rodovia Amaral Peixoto, mais respeito no trânsito e principalmente o cumprimento dos direitos da categoria. O ato foi motivado pela morte de um motoboy, durante um acidente de trânsito na noite desta quinta-feira, 11.

O grupo se reuniu no local do acidente, onde fizeram uma oração e prestaram homenagens ao jovem Robson Ferreira, que morreu na hora.

Em seguida, o grupo seguiu para ponte, que liga o Distrito de Tamoios, em Cabo Frio, ao Distrito de Barra de São João, em Casimiro de Abreu, onde também fizeram uma oração e ficaram por alguns minutos fechando metade da pista.

O trânsito ficou lento e foi controlado pela Guarda Municipal. No local, os motoboys falaram sobre os inúmeros problemas da Rodovia como a falta de sinalização e iluminação, além dos buracos e falta de manutenção, que é um dos motivos que resulta em muitos acidentes.

"Toda semana temos vítimas nessa Rodovia e ninguém faz nada", comentou Willian, que estava presente no ato.

Outro problema abordado pelos motoboys é o desrespeito no trânsito e a informalidade da profissão. "Nós somos pais de família, a maioria  de nós trabalhamos em dois lugares para conseguir levar o sustento para casa. E a maioria dos comércios não assina carteira, mas querem cobrar que a mercadoria chegue rápido. E nós temos que ficar contando com a própria sorte diariamente ao andar por essa rodovia escura, cheia de buracos. Isso porque pagamos IPVA caro, dpvat, e pra onde vai esse dinheiro?", ponderou Rodolfo.

 

 

Sobre o acidente - Um motoboy acabou morto após colidir com um carro na Rodovia Amaral Peixoto, no trecho que corta o Distrito de Tamoios, em Cabo Frio. O acidente aconteceu por volta das 22h desta quinta-feira, 11.

Segundo testemunhas, o jovem vinha de moto quando colidiu com o carro, que vinha cortando outros carros pela contramão; Com a batida, o motoboy Robson Ferreira, morreu na hora.

Ainda de acordo com testemunhas, o rabecão só chegou para a retirada do corpo por volta das 4h, de sexta-feira, 12. Logo após a retirada do corpo, um grupo de pessoas não identificadas teriam ateado fogo no carro, que ainda estava no local do acidente, como forma de protesto.

Mais lidas do mês