Mídias Sociais

Cidades

Moradores de Tamoios, em Cabo Frio, sofrem problemas com ratos

Avatar

Publicado

em

 

 

Moradores de Tamoios, distrito de Cabo Frio, tem sofrido com a presença de ratos. O problema, que começou recentemente pode ser oriundo do acumulo de lixo, além da grande quantidade de terrenos e casas abandonadas.

A moradora da Rua Orlando Bragança, lado praia, Damiana, está assustada com a situação. “Na minha rua nunca tivemos problemas com ratos, sinceramente não sei o que está acontecendo, mas acho que a grande quantidade de terrenos baldios pode contribuir”, comentou a moradora, que também acrescentou o problema do descarte do lixo “Também acho que os moradores não sabem o dia da coleta, e acabam deixando seus lixos por muito tempo na rua”, lembrou.

Outra moradora de Unamar contou que o acumulo de lixo nas ruas é o maior problema. Com o déficit no serviço de coleta de lixo que atinge o distrito, é mais comum do que se pode imaginar pilhas de lixo espalhadas pela localidade, o que é o habitat ideal para esses animais.  Por sorte, ela conseguiu ajuda. “Depois de quase 20 dias que pedi, os vetores foram lá em casa e colocaram um remédio que segundo eles, os próprios ratos levam par o ninho, o que diminui bastante a presença desses animais. Antes até no motor do carro eles estavam entrando”, contou.

O comerciante Viana contou que a venda de veneno para ratos e de ratoeiras aumentou muito nos últimos tempos. “Daqui a pouco vou abrir uma loja só para vender essas coisas porque é o que mais está vendendo”, comentou.

 

O rato e seus perigo -  Apesar de parecer um animal inocente, o rato representa um grande perigo para o ser humano, trazendo doenças graves. A principal delas é a leptospirose, doença transmitida pela urina dos ratos, penetram nos homens pelas mucosas ou através de algum machucado. O tratamento é feito com antibióticos, mas se a doença não for descoberta a tempo, pode levar à morte.

Os ratos também são responsáveis pela Peste bubônica ou peste negra, Hantavirose, Sarnas, alergias, dentre outras.

Não é à toa que os ratos são considerados pragas urbanas porque se proliferam muito rapidamente nas cidades, principalmente, em ambientes onde há grande quantidade de lixo ou itens abandonados.

 

Mais lidas da semana