Mídias Sociais

Cidades

Mais uma vítima do acidente com lancha em Macaé tem alta. Confira o estado das outras pessoas que seguem internadas.

Publicado

em

 

Heitor Carvalho Nogueira, de 68 anos, foi liberado na tarde desta segunda-feira (30).

Mais uma vítima da explosão em uma lancha, ocorrida no último sábado (28), em frente ao Iate Clube de Macaé, na Barra de Macaé, teve alta na tarde de ontem (30). Heitor Carvalho Nogueira, de 68 anos, teve queimaduras nas pernas e está em casa se recuperando.  As oito vítimas do acidente com a embarcação eram parentes. Um trauma para o resto da vida.

Heitor é pai do empresário Marcelo Pinheiro, de 40 anos, dono da embarcação. Marcelo e a namorada, Michelli Machado, de 38 anos, tiveram as pernas queimadas e tiveram alta no sábado, logo após o acidente. Ele acredita que houve falha na manutenção do barco.

No momento do acidente, a família se preparava para passar o dia no Arquipélago de Santana, que fica a cerca de 8 quilômetros da costa. A lancha explodiu pouco depois de ter deixado o Iate Clube. A embarcação só tinha se afastado cerca de duzentos metros da costa. A Capitania dos Portos está investigando a causa do acidente. Uma perícia inicial já foi feita.

Continuam internados na UTI do Hospital da Unimed, no Centro de Macaé, Gláucia Pinheiro, de 43 anos, irmã de Marcelo, o marido de Glaucia, Ralphi Dutra, de 40 anos, a mãe do empresário, Norma Pinheiro, de 66 anos e o filho de Marcelo, Lucas Nunes Nogueira, de 22 anos. O filho mais novo de Marcelo, Luan Neves Nogueira, de 14 anos, é a única vítima internada no STI do Hospital Público Municipal (HPM), na Virgem Santa, em Macaé.

Márcia Neves, ex-mulher de Marcelo e mãe de Luan, tem passado dia e noite do HPM. “Eu passo o dia em busca de informações sobre ele. Enquanto meu filho estiver internado, eu não saio daqui”,  disse. Confira abaixo as fotos das vítimas e o estado de saúde de cada uma.

Gláucia Pinheiro, de 43 anos, está internada na UTI do Hospital da Unimed. Ela teve 80% do corpo queimado. Seu estado de saúde é estável.

 

Ralphi Dutra, de 40 anos, teve cerca de 40% de queimaduras pelo corpo e está internado no Hospital da Unimed. Apesar das lesões, seu estado de saúde é bom, mas sem previsão de alta.

Norma Pinheiro, de 66 anos, teve pouco mais de 40% do corpo queimado e está internada na UTI do Hospital da Unimed. Seu estado de saúde é estável.

Lucas Nunes Nogueira, de 22 anos, teve pouco mais de 70% do corpo queimado e está internado na UTI Hospital da Unimed, em estado estável.

Luan Neves Nogueira, de 14 anos, teve 62% de queimaduras pelo corpo e está internado no STI do HPM em estado estável.

 

 

Mais lidas da semana