Mídias Sociais

Cidades

Lagoa de Imboassica em Macaé volta a receber prática de canoagem coletiva de forma presencial e sem máscaras

Publicado

em

 

A Lagoa de Imboassica de Macaé recebe, duas vezes por semana, alunos, o projeto de extensão Ahonui, de Canoa Polinésia, que reúne 60 alunos, professores e servidores administrativos das instituições de ensino superior parcerias da Cidade Universitária.

Coordenado pelos professores Daniel Nascimento e Karien Verdoorn, e pelo servidor técnico Vinnicius Hipólito, a ação reúne representantes da Universidade Federal Fluminense (UFF), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), e do Instituto Federal Fluminense (IFF).

A ação, que promove práticas que cultivam a saúde física e mental, é uma parceria com o clube Crispy Koa Va’a e as remadoras Crispiane Ribeiro e Ana Moraes, através do Ahoni, que retomou suas atividades presenciais neste mês de março, após as restrições da pandemia do coronavírus.

A organização do evento lembra ainda que também neste mês de março o prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), autorizou a desobrigação do uso de máscaras faciais em espaços abertos, devido ao controle do quadro epidemiológico na cidade.

Segundo a prefeitura, os encontros continuam às quartas e sextas-feiras, às 8h, lembrando que os interessados podem fazer o agendamento prévio, e que projeto Ahonui tem um nome cuja origem vem da língua havaiana e significa paciência, e oferece a oportunidade de conhecer uma prática esportiva ancestral em um cenário que serve como um dos cartões postais mais bonitos do município.

“Além de desfrutar dos benefícios da prática coletiva da canoagem, os participantes podem usufruir das belezas naturais de Macaé. Quando estamos remando na Lagoa de Imboassica, vemos não apenas intensa vegetação e fauna local, mas também o Pico do Frade, a Praia do Pecado e a ponta do Arquipélago de Sant’Ana. A lagoa é sempre bonita, especialmente quando está espelhada”, contou o professor Daniel Nascimento.

Em 2022, a organização do projeto anunciou uma novidade, que será a divulgação de uma cartilha com informações sobre a prática e os benefícios da canoagem coletiva para a preservação da saúde, lembrando que outras informações podem ser obtidas no perfil do Instagram do projeto.

Mais lidas da semana