Mídias Sociais

Cidades

Justiça determina arresto das terras onde seria construído oceanário de Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A 2ª Câmara Cível do Rio determinou o arresto das terras cabo-frienses, que haviam sido compradas por uma empresa de Santa Catarina. Segundo informações a HL Negócios e Serviços Ltda não teria cumprido o pagamento acordado e o arresta visa garantir a quitação do que falta.

Ao adquirir as terras, a empresa anunciou que pretendia construir um oceanário na cidade.  No planejamento o espaço seria o 2º maior do mundo, ficando atrás apenas do Georgia Aquarium. O empreendimento também incluía um pool de empresas de grande porte que poderiam gerar mais de mil empregos diretos.

A expectativa da cidade é que a empresa consiga quitar a divida e retomar os projetos, que seriam de grande importância para a economia local.

Mais lidas da semana