Mídias Sociais

Cidades

Instituições lançam projeto ‘Repensar Macaé’ na próxima semana

Publicado

em

 

Encontro vai debater projetos que irão gerar um maior aproveitamento dos potenciais de Macaé, além do segmento do petróleo e gás.

Da redação

Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento econômico e social de Macaé, seja a curto, médio e longo prazo, as instituições representantes do comércio, indústria, turismo e petróleo e gás, organizaram o Repensar Macaé, evento gratuito, que vai acontecer na próxima terça-feira, dia 27, a partir das 13h30, no Royal Palace Macaé Hotel.

Durante o encontro serão debatidos projetos que vão gerar um maior aproveitamento dos potenciais de Macaé, além do segmento do petróleo e gás. O evento começa às 13h30 com o credenciamento dos inscritos, em seguida a apresentação do projeto.

As palestras iniciam às 14h, a primeira será ‘Perspectivas e Demandas do Mercado de Petróleo na Região’, ministrada por Marcelo Batalha, gerente geral da UO-BC. Em seguida, ‘Turismo e seu Potencial Econômico’, ministrada por Flavio Gueiros, consultor do SEBRAE-RJ e a palestra ‘Visão das Empresas Fornecedoras de Serviços para Cadeia Petróleo e Gás’, ministrada por Gilson Coelho, secretário-executivo da ABESPetro, encerra a primeira etapa do dia.

Após as palestras todos os presentes irão participar de mesas redondas, onde serão debatidas maneiras de atrair e estabelecer empresas de outras atividades econômicas, além do setor petrolífero, visando a retomada do crescimento da economia e do aumento da geração de empregos no município e na região.

Para participar do encontro basta inscrever-se através do link http://redepetro-bc.com.br/convite/form_confirma_presenca.aspx?eve=24173cd8-4cb0-47f5-b5fc-d8db5364b89d.  As vagas são limitadas.

‘Repensar Macaé’ é organizado pela união das instituições: RedePetro-BC; Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM); Macaé Convention & Visitors Bureau; Conselho Municipal da FIRJAN; SEBRAE; International Association of Drilling Contractors (IADC); e Society of Petroleum Engineers (SPE).

Crédito: Divulgação


 

Mais lidas do mês