Mídias Sociais

Cidades

UFRJ celebra jubileu dos 10 anos do Curso de Medicina em Macaé

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros
A UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) Macaé celebra nesta quarta-feira (21), jubileu de 10 anos do Curso de Medicina na cidade. Para celebrar a data, estão sendo realizadas cerimônias abertas ao público, com objetivo de fortalecer a integração entre a universidade e o município.
Nesta quarta-feira (21), serão realizadas três cerimônias. Pela manhã, foi realizada a Comemoração Acadêmica no auditório do Bloco B na Cidade Universitária. O evento reúne convidados, ex-coordenadores de curso, alunos, professores. O prefeito de Macaé, Dr. Aluizio, participa da cerimônia. Pessoas que contribuíram para a implantação e desenvolvimento pedagógico do curso.
Já às 14h, também no auditório do bloco B, haverá a solenidade promovida pela Direção do Campus UFRJ-Macaé. Às 16h, a Câmara dos Vereadores realizará Sessão Solene. Serão homenageadas com a Medalha Luiz Renato Caldas (macaense, médico, ex-professor e ex-reitor da UFRJ), pessoas e instituições que colaboraram com a criação, crescimento e consolidação do curso.
Para o atual coordenador do Curso de Medicina da UFRJ Macaé, Joelson Tavares Rodrigues, a celebração dos 10 anos do curso de medicina na cidade é de extrema importância, pois segundo ele, o projeto da universidade é um esforço muito grande. "O curso de medicina é de enorme complexidade. Tem sido possível, por meio de uma parceria com o governo municipal. Acreditamos que estamos conseguindo impactar positivamente, não só na formação dos alunos, como no próprio sistema de saúde do município. É um momento de alegria e celebração. E esperamos ainda dar muitos frutos, tanto para universidade, quanto para Macaé".
Segundo Rodrigues, a procura pelo curso de medicina da UFRJ em Macaé tem sido grande. "Recebemos inscrições de todo o país, por se tratar de um curso público, gratuito e concorrido. A disputa pelas vagas, sem dúvida, tem sido grande".
Atualmente, 362 alunos cursam medicina na UFRJ/Macaé.
Para Gisele Viana Pires, professora associada da Faculdade de Medicina da UFRJ e Pró-Reitora de Graduação, o curso de medicina da universidade é muito importante para qualquer cidade, principalmente para política de interiorização. "Nós participamos de maneira bastante ativa, não só na implantação, mas também no momento de dificuldade que o curso atravessou em torno de 2013/2014. A faculdade de medicina da UFRJ montou uma Comissão de Assessoramento de Dados Pedagógicos e eu tive a oportunidade de participar desta comissão para reestruturar o curso. E hoje estamos aqui celebrando os 10 anos. É uma data muito especial", declarou.
.
Crédito: Daniela Bairros

Mais lidas da semana